Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Vazamentos de Pokémon Scarlet e Violet: o que sabemos até agora


O fã de Pokémon já está acostumado a dois eventos anuais: pelo menos um jogo novo da franquia todo ano, além de uma temporada de vazamentos, verdadeiros e falsos, que surgem nas redes sociais antes de qualquer lançamento. Com Pokémon Scarlet & Violet prometidos para o final de 2022, não poderia ser diferente: está aberta a temporada de rumores para os próximos jogos publicados pela Nintendo.

Já circulam nas redes sociais e fóruns na internet, imagens de supostas versões regionais de Pokémon conhecidos e também possíveis evoluções do trio inicial Sprigatito, Fuecoco e Quaxly. Entre os supostos vazamentos, uma dupla chamou atenção: uma versão regional de Oddish e Gloom que estariam em Scarlet & Violet.

Supostas imagens conceituais ainda mostram uma variante regional de Diglett, e evoluções de Fuecoco e Quaxly. Obviamente, é difícil confirmar, a essa altura, a veracidade das imagens ou a presença dos monstrinhos em jogos futuros. No entanto, vale lembrar que as evoluções do trio inicial de Alola também vazaram meses antes do lançamento oficial de Pokémon Sun & Moon, em artes semelhantes às divulgadas para Scarlet & Violet.

Origem dos vazamentos de Pokémon

As informações vazadas de Pokémon tem origem, em sua maioria, no forúm 4chan. Outra casa comum para os vazamentos é o Reddit. Nos últimos anos, perfis no Twitter também ganharam espaço no compartilhamento de informações e imagens na época propícia para os vazamentos.

Nem toda publicação se prova verdadeira. Ao longo do tempo, os fãs começaram a entrar na brincadeira e criar imagens falsas para despistar quem acompanha as novidades.

“Para cada informação vazada certeira, tem 10 outras erradas e fanficqueiras. A graça da tour, pra gente, pelo menos, é sempre acreditar”, comentou Tiago Manolo, criador do Vida de Treinador, perfil do Twitter dedicado a compartilhar informações sobre a franquia do Pikachu.

Em conversa com o Canaltech, Manolo defendeu que o fã de Pokémon não deve se importar com a veracidade ou não de um leak. “Se empolgar é parte da diversão. [A temporada de vazamentos] é tradicional e acho que é uma das melhores épocas. Tentar adivinhar o que vai entrar [nos jogos]. O problema, para mim, são pessoas que não entendem vazamento como vazamento. Não adianta tratar como anúncio oficial e posicionar-se com raiva ou ódio da empresa”, completou Manolo.





Veja mais