Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Ubisoft diz que Avatar, Mario+Rabbids 2 e Skull & Bones chegam até 2023


A Ubisoft revelou nesta quarta-feira (11), durante uma conferência com investidores, a previsão de lançamento de três jogos: Avatar: Frontiers of Pandora, Mario + Rabbids: Sparks of Hope e Skull & Bones. Todos chegarão ainda neste ano fiscal, ou seja, até 31 de março de 2023.

A companhia também afirmou ter “outros títulos animadores” em desenvolvimento, como novos jogos gratuitos (free-to-play) baseados nas suas “maiores propriedades intelectuais”. Rumores apontam que um desses títulos seja um Assassin’s Creed novo, menor do que os jogos atuais, estrelado pelo personagem Basim, de Valhalla.

Avatar: Frontiers of Pandora será um jogo de ação e aventura inspirado no filme de 2009 (Foto: Divulgação/Ubisoft)

Também há novas propriedades intelectuais sendo criadas, ressaltou a Ubisoft, sem citar nomes. No entanto, nós já conhecemos algumas delas, como o Projet Q, que será um game de combates de arena, multiplayer e baseado em times; e Roller Champions, de esporte, previsto para chegar no fim de 2022.

O CEO da Ubisoft, Yves Guillemot, também comentou os rumores de que a empresa seria vendida. O executivo afirmou que a companhia tem todos os recursos para se manter independente, mas que está avaliando todas as ofertas. Segundo Guillemot, essa é uma obrigação de uma empresa de capital aberto.

Caso você não se lembre, Avatar: Frontiers of Pandora será um jogo de ação e aventura em primeira pessoa no universo do filme de James Cameron. O game mostrará a Fronteira Ocidental, uma parte desconhecida deste mundo, e colocará o jogador no controle de um Na’Vi.

Mario + Rabbids: Sparks of Hope é a sequência de Mario + Rabbids: Kingdom Battle, lançado em agosto de 2017. Trata-se de um game de estratégia e combate em turnos exclusivo para Nintendo Switch, com visuais parecidos com Super Mario Galaxy.

Skull & Bones é uma incógnita. O game de temática pirata foi apresentado durante a E3 em 2017 e tem passado por um desenvolvimento conturbado — boatos dizem que o game chegou a ser refeito do zero. Na época, foi prometido um teste beta, mas nada foi apresentado ao público. O estúdio responsável, a Ubisoft Singapura, chegou a ser investigado pelas autoridades locais por assédio sexual e discriminação, mas o levantamento concluiu que a empresa não infringiu a lei.

Nenhuma data específica de lançamento foi revelada.

Fonte: Bloomberg, GameSpot, Kotaku



Veja mais