Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Tianwen-2: China quer lançar missão rumo a asteroide em 2025


A China segue avançando no desenvolvimento da missão Tianwen-2, que será lançada em 2025 com destino a um asteroide. As informações foram divulgadas por Zhang Rongqiao, primeiro designer-chefe da missão de exploração de Marte na China, que mencionou também os avanços na missão Tianwen-3, com lançamento estimado para 2028.

  • Exploração de Marte: que sondas, rovers e landers já foram enviados para lá?
  • China “ganha” da NASA em sua primeira missão em Marte; entenda

Segundo ele, a sonda da Tianwen-2 já está na fase preliminar de desenvolvimento, enquanto seus componentes elétricos passam por uma sequência de testes. A China planeja lançar a Tianwen-2 rumo ao asteroide 2016 HO3, também conhecido como 469219 Kamoʻoalewa, para coletar amostras e trazê-las à Terra. Com tamanho estimado entre 40 e 100 metros de diametro, a rocha é um “quase satélite” de nosso planeta.

Esquema da órbita do asteroide ao redor do Sol e da Terra (Imagem: Reprodução/NASA/JPL-Caltech)

Já a Tianwen-3 é uma missão que deverá ser lançada com destino a Marte, com o objetivo de coletar amostras do Planeta Vermelho e trazê-las para a Terra. “A Tianwen-3 retornará com amostras de Marte, enquanto a Tianwen-4 vai explorar Júpiter, daí o nome ‘Projeto de Exploração Planetária'”, disse Rongqiao.


Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/

Muitos destes planos se devem ao sucesso da Tianwen-1, a primeira missão interplanetária da China que vem abrindo o caminho para missões futuras de pesquisa e exploração lideradas pelo país. A missão foi lançada em 2020 rumo a Marte, levando um orbitador e o rover Zhurong para explorar nosso vizinho.

Até o momento, o veículo já percorreu quase 2 km na superfície marciana, coletando uma série de dados científicos — até o momento, quase 540 GB de dados da missão já foram enviados à Terra.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:

  • Uma porta alienígena? Rover Curiosity registra intrigante formação em Marte
  • Megaestruturas alienígenas ao redor de anãs brancas podem indicar civilizações
  • Cientistas descobrem o que tornou ser humano mais propenso ao câncer
  • Musk suspende compra do Twitter, que despenca na Bolsa; Tesla dispara
  • O som se propaga no espaço? Confira sons de objetos espaciais



Veja mais