Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Temperatura de Netuno passa por variações completamente inesperadas


As variações na temperatura atmosférica de Netuno são um grande mistério para os astrônomos. Um novo estudo revelou que o planeta passou por uma queda surpreendente de temperatura global, enquanto houve um aquecimento igualmente inesperado no polo Sul.

Com telescópios terrestres, incluindo o Very Large Telescope (VLT) do Observatório Europeu do Sul (ESO), uma equipe internacional de astrônomos analisou dados de radiação infravermelho do gigante gasoso para medir as mudanças na temperatura atmosféricas durante um período de 17 anos.

Netuno é um planeta localizado a cerca de 4,5 bilhões de km de distância do Sol. Com temperatura média de -220 °C, o apelido de “gigante gelado” não é exagero. Mas ele também tem estações, que duram cerca de 40 anos terrestres. Atualmente, é verão no hemisfério sul do Netuno (desde 2005).

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Querendo descobrir mais detalhes sobre a variação de temperatura após o solstício de verão netuniano, os astrônomos analisaram dos dados de infravermelho e descobriram a queda nas temperaturas globais e o aquecimento rápido no polo Sul. “Estas variações são inesperadas”, disse Michael Roman, autor principal do estudo publicado hoje na revista The Planetary Science Journal.

Como o planeta ainda não chegou na metade do verão austral, os pesquisadores esperavam um aumento de temperatura gradual no hemisfério Sul. Os dados, no entanto, mostraram que a maior parte do planeta esfriou gradualmente nas últimas duas décadas — a temperatura média global caiu 8 °C entre 2003 e 2018.

Já o polo Sul, por outro lado, sofreu um aquecimento rápido de 11 °C entre 2018 e 2020. Um aquecimento polar tão rápido nunca foi observado anteriormente no planeta, e ninguém sabe explicar quais são os mecanismos climáticos por trás dessa mudança.

Algumas possibilidades são variações na química da estratosfera (atmosfera superior) de Netuno, padrões climáticos aleatórios ou até mesmo o ciclo solar. Serão necessárias mais observações durante os próximos anos para compreender melhor o clima do planeta, o que pode ser feito com o Telescópio Espacial James Webb.

Fonte: ESO

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.



Veja mais