Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Startups têm recorde de investimentos no 1º trimestre


As startups brasileiras receberam US$ 2,04 bilhões de investimento durante o primeiro trimestre de 2022, segundo a consultoria Distrito. O valor corresponde a 4% mais do que o do mesmo período de 2021, que já havia registrado recorde em investimentos. No total, foram US$ 8,85 bilhões (R$ 40,8 bilhões na conversão atual) no ano passado.

O primeiro trimestre deste ano apresentou 167 rodadas de investimento; no mesmo período de 2021, foram mais: 200. As startups de 2022 receberam um valor médio maior nos aportes; as séries A receberam cerca de US$ 18 milhões (R$ 82 milhões) em média, e os séries F, US$ 260 milhões (R$ 1,1 bilhão) . Em 2021, foram US$ 11,5 milhões e US$ 206 milhões (R$ 53 milhões e R$ 949 milhões) respectivamente. Em compensação, o dinheiro está indo para menos startups.

Segundo a Distrito, os cinco setores preferidos dos investidores captaram US$ 1,555 bilhões (R$ 7,1 bilhões) no primeiro trimestre deste ano, contra US$ 1,496 bilhão (R$ 6,8 bilhões) em 2021. O top 5 é composto por fintechs (finanças, 67,8%), retailtechs (varejo, 13,6%), HRTechs (recursos humanos, 12,7%), real estate (imóveis, 3,1%) e agtechs (agrícolas, 3%). No começo do ano anterior, imóveis estavam em terceiro, e recursos humanos em quarto.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Startups: primeiro trimestre deste ano apresentou 167 rodadas de investimento no Brasil (Imagem: Reprodução/Jenny Ueberberg/Unsplash)

“O tíquete médio foi puxado pela maior maturidade do mercado de venture capital no país. Existem cada vez mais fundos estrangeiros buscando oportunidades no Brasil, e os gestores que historicamente mais atuam no país captaram recursos em 2020 e 2021. Portanto, vão buscar alocação no mercado neste momento. Existe maior competitividade pelas melhores transações”, analisou Gierun ao Do Zero Ao Topo, do Infomoney.

Já Daniel Ibri, sócio do fundo de capital de risco Mindset Ventures, crê que os próximos trimestres de 2022 serão menos generosos em aportes. “Vejo um ano com primeiro semestre forte, mas que vai perdendo força ao longo do segundo semestre [com as eleições presidenciais]”.

Fonte: Infomoney



Veja mais