startup-cria-ia-que-traca-perfis-dos-clientes-de-lojas-fisicas

Startup cria IA que traça perfis dos clientes de lojas físicas

O MediaEYE Vision Analytics, novo serviço da startup gaúcha D2G, é um serviço que tem o objetivo de traçar o perfil, comportamento e satisfação dos clientes de uma loja física. Para isso, o sistema usa as câmeras de segurança dos estabelecimentos e gera métricas de comportamento de quem entrou e saiu. Quanto mais câmeras, maior a abrangência, diz a empresa.

  • Startup brasileira de cão-guia robô fica no Top 12 em competição de Singapura
  • Startup brasileira lança técnica que traduz línguas de sinais para voz

O software realiza análises a partir do número de pessoas que circularam e os perfis que mais convertem em compras. Por exemplo, calcula o dia da semana e hora em que homens acima de 30 anos mais frequentam o local, o percurso deles entre os corredores, quais as prateleiras e gôndolas que chamaram mais a atenção e o tempo de permanência.

O restante da análise usa o superpoder de sempre: inteligência artificial. O aprendizado de máquina classifica as imagens em diferentes segmentações de perfil, como gênero e idade, e ainda traça o grau de satisfação ou insatisfação por análise facial. Além disso, uma rede neural detecta se o consumidor está segurando sacolas para calcular e segmentar a compra de produtos por pessoa.


Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.

Grégory Gusberti e Diego Trindade, da D2G (Imagem: Divulgação/D2G)

“O relatório de dados entregue torna muito mais efetivo o que por diversas empresas é conduzido de modo empírico, por feeling ou estética, como organização dos espaços ou das vitrines de uma loja. Com o serviço, conseguimos dizer com precisão onde determinado produto deve estar para gerar mais vendas”, afirma o engenheiro Diego Trindade, sócio fundador da D2G.

Segundo a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), os consumidores devem requisitar informações transparentes a respeito de como seus dados pessoais são tratados, armazenados e usados, além de ter a chance de pedir sua retificação e exclusão. Procurada pelo Canaltech, a D2G diz que nenhuma imagem é armazenada nos servidores da empresa nem nos dos clientes. “O sistema meramente analisa o feed, processa e entrega dados puramente estatísticos no painel do cliente. As imagens são das câmeras de segurança que já existem nos estabelecimentos”, justifica.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:

  • Garimpeiro procurava ouro mas acabou encontrando um meteorito ainda mais valioso
  • Veja os benefícios que todo MEI tem direito e pouca gente sabe
  • O Galaxy S21 vai valer a pena na Black Friday?
  • Samsung anuncia Galaxy A03 com grande bateria, câmera de 48 MP e mais
  • Linha Oppo Reno 7 é oficial com três modelos e cara de iPhone