senado-aprova-projeto-que-recria-o-ministerio-do-trabalho-e-previdencia

Senado aprova projeto que recria o Ministério do Trabalho e Previdência

Foto: Jane de Araújo/Agência Senado

O Senado Federal aprovou no dia 23 de novembro (terça-feira) um projeto para recriação do Ministério do Trabalho e Previdência, O texto foi aprovado sem alterações e está a um passo de ser sancionado.

A Medida Provisória (MP) 1058/21, projeto de lei que recria o Ministério do Trabalho e Previdência foi aprovado pelo Senado, o texto já havia sido aprovado pela Câmara e agora só aguarda a sanção presidencial.

Após o projeto ser sancionado pelo presidente, o ministério será responsável por políticas salariais, de geração de empregos e renda, entre outras responsabilidades.

Acompanhe os próximos tópicos e se informe sobre a MP que recria o ministério do Trabalho e Previdência. Boa Leitura!

A aprovação na Câmara 

A Câmara dos Deputados aprovou no dia 16 de novembro a MP 1058/2021 para recriação do Ministério do Trabalho e Previdência. Além disso, essa  MP transfere a Secretaria Especial de Cultura do Ministério da Cidadania para a pasta do Turismo. 

O texto aprovado é um substitutivo do relator na Câmara, o deputado José Nelto (Pode-GO), após a aprovação na Câmara o projeto seguiu para o Senado para ser votado.

O relator do projeto na Câmara incluiu no texto o Domicílio Eletrônico Trabalhista, para permitir ao Ministério do Trabalho notificar o empregador, por comunicação eletrônica, sobre atos administrativos, ações fiscais, intimações e avisos em geral.

Com isso, será dispensada a publicação no Diário Oficial e o envio por via postal, o empregador também vai poder enviar documentação eletrônica exigida em ações fiscais ou apresentar defesa e recurso no âmbito de processos administrativos. 

Aprovação no Senado

Sem alterações no texto que foi aprovado pela Câmara no dia 16 de novembro, o Senado aprovou no dia 23/11/2021 a MP 1058/21, que só aguarda a sanção presidencial.

O novo ministério será responsável por áreas como: 

  • Previdência;
  • Política e diretrizes para geração de emprego e renda; 
  • Política salarial;
  • Fiscalização do trabalho. 

Entre os órgãos que compõem a pasta, estão o Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e o Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).  

O Fundo de Garantia reúne o patrimônio dos trabalhadores e tem ativos de cerca de R$ 583 bilhões, já o Fundo de Amparo ao Trabalhador, que é responsável pelo pagamento do seguro-desemprego e do abono salarial, possui cerca de R$ 86 bilhões em caixa.

Agora é só aguardar a sanção presidencial, para definir o futuro da MP 1058/21, que recria o Ministério do Trabalho e Previdência.

O post Senado aprova projeto que recria o Ministério do Trabalho e Previdência apareceu primeiro em Jornal Contábil – Contabilidade, MEI , crédito, INSS, Receita Federal.