se Deus quiser, STF vai garantir o já votado

[ad_1]

Jair Bolsonaro
(Foto: Isac Nóbrega/PR)

O presidente Jair Bolsonaro defendeu a manutenção da lei que concedeu autonomia ao Banco Central. O texto, sancionado por Bolsonaro em fevereiro deste ano, está sendo questionado no Supremo Tribunal Federal (STF), que deverá retomar o julgamento do processo na sexta-feira, 25.

“A autonomia do Banco Central se deve a você, Roberto Campos Neto, presidente da autoridade monetária. Todos confiam em você, nós confiamos a você o destino da nossa economia. Se Deus quiser, o Supremo vai garantir o que foi votado pelo parlamento”, disse Bolsonaro.

Em cerimônia de lançamento do Plano Safra, Bolsonaro elogiou também o ministro da Economia, Paulo Guedes, que disse estar fazendo um “trabalho excepcional” para o Brasil, mas atribuiu a recuperação econômica do País, conjuntamente, a Guedes e Campos Neto.

Curso gratuito do InfoMoney mostra como você pode se tornar um Analista de Ações. Inscreva-se agora.



[ad_2]

Continue lendo