Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

saiba como cobrar e evitar inadimplências!


Você sabe quais são os tipos de cobrança disponíveis para evitar a inadimplência no seu negócio? Não cobrar o cliente de maneira adequada pode impactar negativamente o fluxo de caixa da sua empresa, causando desorganização das suas finanças. Mas a boa notícia é que há algumas estratégias para evitar esse cenário.

No post de hoje, vamos apresentar alguns tipos de cobrança para implementar na sua empresa, mostrar qual a importância de fazer uma gestão de cobrança eficiente e como você pode evitar a inadimplência e cobrar os seus clientes. Quer saber mais sobre o assunto? Então, vem ler!

Quais são os tipos de cobrança?

Os tipos de cobrança vão desde enviar um e-mail até entrar com um procedimento jurídico para resolver a situação. Vamos ver alguns deles a seguir.

Cobrança preventiva

Em um primeiro momento, o recomendado é enviar um e-mail, uma mensagem de WhatsApp ou um SMS para avisar o cliente que o prazo de pagamento está expirando. Envie essa comunicação com alguns dias de antecedência para o cliente se preparar e separar o investimento necessário para o pagamento.

Cobrança amigável

Se o cliente não retornar com alguma explicação e não realizar o pagamento, você pode fazer uma ligação para o celular dele para cobrá-lo de maneira gentil e cordial. A ideia é lembrar esse consumidor de que há uma pendência de pagamento no nome dele. Assim, vocês podem encontrar uma solução para resolver o problema.

Outros tipos de cobrança que podem ser utilizados depois que o prazo de pagamento expirou, envolvem o envio de SMS com o lembrete e o link de pagamento e o envio de uma carta para a casa do cliente com o boleto.

A cobrança amigável, também conhecida como extrajudicial, é feita de forma a tentar resolver a inadimplência sem envolver o sistema judiciário no processo. O objetivo é encontrar uma solução que atenda as necessidades de ambas as partes. Nesse caso, você pode propor a negociação de valores, prazos e condições de pagamento para o cliente.

Cobrança judicial e protesto cartorial

O último e mais extremo tipo de cobrança (e que deve ser a sua última alternativa) é entrar na justiça por conta da inadimplência ou fazer um protesto cartorial, registrando uma dívida não paga. Quando o processo vai parar na Justiça, o juiz determina um prazo para o pagamento não feito. Mas você deve tentar outras opções antes de entrar com esse recurso.

A ideia é entrar em um denominador comum com o cliente. Busque entender o cenário, talvez o consumidor esteja com um problema pontual e, por isso, não tenha conseguido realizar o pagamento.

Tente conversar de maneira transparente com a pessoa para entender o que aconteceu. Essa estratégia fortalece o relacionamento com o cliente, faz você não perder a venda e ainda ajuda a fidelizar o consumidor.

Qual a importância de ter uma boa gestão de cobranças?

Separamos 3 vantagens de ter uma boa gestão de cobranças na sua empresas. Confira!

Não comprometer o fluxo de caixa

Um dos principais objetivos da gestão de cobranças é evitar a inadimplência. Afinal, a inadimplência pode comprometer o seu fluxo de caixa.

Quando você faz um controle desse fluxo e tem um planejamento dos pagamentos, espera receber uma determinada quantia em dinheiro. Se isso não acontece, e você recebe muito menos do que previa, isso pode atrapalhar em toda a gestão financeira do negócio.

Assim, fazer a gestão de cobranças ajuda a evitar essa situação, porque você age antes das coisas acontecerem. Ou seja, se você adota a estratégia de enviar uma notificação para os clientes alguns dias antes do prazo de pagamento expirar, isso já tende a diminuir a inadimplência.

Com outras medidas, há ainda mais chances de não sofrer com a falta de pagamento e, portanto, de não comprometer o fluxo de caixa.

Maior controle

Ter uma gestão eficiente de cobranças significa ter mais controle sobre as suas finanças e, consequentemente, uma saúde financeira melhor para o seu negócio.

Essa gestão implica ter todas as informações de cobrança anotadas, seja em uma planilha, seja em um sistema especializado. A ideia é que você possa consultar essas informações quando for necessário, avaliar os cenários e traçar estratégias com base em dados para diminuir a inadimplência.

Além disso, tendo uma gestão de cobranças, você pode melhorar o seu relacionamento com o cliente, o que impacta positivamente nas vendas e na rentabilidade do negócio.

Evitar dívidas

Assim como não ter uma gestão de cobranças compromete o seu fluxo de caixa, a inadimplência pode fazer com que você contraia dívidas por não ter dinheiro suficiente no caixa no final do mês.

Alinhar as cobranças com os seus clientes é fundamental para as finanças do seu negócio e você não pode negligenciar esse ponto. Mas como fazer cobranças e evitar inadimplência? É o que vamos ver a seguir, confira!

Como fazer cobranças e evitar inadimplência?

Vem ver 3 dicas para parar de sofrer com a inadimplência e adotar os tipos de cobrança!

Conhecer o histórico do cliente

Conhecer o histórico do cliente é importante para oferecer alternativas em caso de inadimplência. Se o pagamento não for feito por um cliente que compra da sua empresa há muito tempo, isso pode ser negociado.

Você deve levar esse aspecto em consideração ao invés de ameaçar o relacionamento com esse cliente com uma postura brusca e agressiva de cobrança.

Saber negociar

Saber negociar traz vantagens não apenas para a sua empresa, como para os seus clientes também. Isso porque a negociação busca um cenário positivo para ambas as partes. Você deve mostrar abertura para encontrar alternativas e chegar em uma situação vantajosa para o negócio e para o cliente.

Além disso, nesse tempo, pode ser que você precise negociar com os seus fornecedores até receber os pagamentos dos consumidores. Nesse caso, ter habilidades de negociação também é importante.

Oferecer acordos e condições especiais

Acordos e condições especiais são as melhores alternativas para resolver a inadimplência e manter o relacionamento com os clientes. É importante que você mantenha sempre a gentileza com os consumidores e ofereça um atendimento de qualidade para eles.

Nesse caso, a habilidade de negociação também é necessária, já que você propor alternativas para os clientes. O ideal é que as propostas sejam personalizadas de acordo com cada caso para aumentar as chances de fechar um bom negócio.

Agora, é só definir qual estratégia você irá adotar para evitar a inadimplência na sua empresa e fortalecer o relacionamento com os seus consumidores.

E aí, o que você achou do post de hoje? Se você quer ficar por dentro de todas as nossas dicas para pequenos negócios, siga a Stone nas redes sociais.





Veja mais