Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Sabizabulina: remédio pode reduzir 50% das mortes por covid, diz farmacêutica


A sabizabulina é um potencial medicamento contra a covid-19 e, em testes clínicos, reduziu pela metade a taxa de mortalidade de pacientes internados em decorrência da infecção pelo coronavírus SARS-CoV-2. É o que aponta a biofarmacêutica norte-americana Veru, especializada em soluções oncológicas.

Até o momento, o estudo que comprova os benefícios do uso da sabizabulina não foi publicado por nenhuma revista científica e nem foi disponibilizado como preprint — pesquisa que não foi revisada por pares. Em breve, mais detalhes sobre o potencial medicamento contra a covid-19 devem ser compartilhados.

O remédio sabizabulina reduz pela metade morte de pacientes graves da covid (Imagem: Nadianb/Envato)

Vale lembrar que, apesar da queda no número de mortes da covid-19, a doença ainda é um desafio para a saúde e novos tratamentos são necessários, principalmente para pacientes em estado grave. Segundo a plataforma Our World in Data, nas últimas 24 horas, o mundo registrou 3,3 mil mortes em decorrência da covid-19. No Brasil, foram 165.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Entenda o estudo com a sabizabulina

No estudo, foram selecionados 150 voluntários que estavam internados em decorrência da covid-19 e precisavam utilizar suporte de oxigênio. Do total, 52 receberam um placebo, além dos cuidados regulares. Neste grupo, cerca de metade morreu dentro de 60 dias. Agora, no grupo que teve acesso à sabizabulina (98 pacientes), a taxa de mortalidade foi de 20%.

Segundo a farmacêutica, nenhuma preocupação de segurança relacionada ao medicamento foi identificada no decorrer do ensaio clínico, como efeitos adversos graves.

“Sabizabulin é a primeira droga a demonstrar uma redução clínica e estatisticamente significativa nas mortes em pacientes hospitalizados”, afirmou Mitchell Steiner, CEO da Veru, para o jornal The New York Times. “Isso representa um grande avanço”, completou.

Como funciona o potencial remédio da covid?

O potencial remédio é produzido no formato de comprimido (via oral) e deve ser ingerido uma vez ao dia. No momento, os responsáveis pelo seu desenvolvimento recomendam que seja prescrito apenas para pacientes da forma grave da covid-19.

“Drogas como a sabizabulina, que têm como alvo os microtúbulos, têm ampla atividade antiviral, interrompendo o transporte intracelular de vírus como o SARS CoV-2, ao longo dos microtúbulos. O tráfego de microtúbulos é fundamental para que os vírus causem infecção”, explica a Veru, em comunicado. Em outras palavras, o vírus perde a sua capacidade de movimentação nas células.

Além disso, o remédio funciona como um agente anti-inflamatório, ou seja, pode reduzir a inflamação grave induzida pelo vírus da covid-19 no sistema respiratório. Consequentemente, a medicação diminuí o risco da tempestade de citocinas — uma das complicações mais graves da doença.

Agora, a farmacêutica deve iniciar o processo de análise para obter a possível autorização de uso emergencial do medicamento, concedida pela agência Food and Drug Administration (FDA), nos EUA.

Fonte: NYT, Veru e Our World in Data   



Veja mais