Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Reserva de voo cai nos EUA após alta de 47% das tarifas no ano – Money Times

Reserva de voo cai nos EUA após alta de 47% das tarifas no ano – Money Times


(Imagem: Unsplash/Bao Menglong)

As tarifas aéreas domésticas estão subindo tão rápido nos EUA que estão forçando alguns a desistir dos planos de viagens de verão.

Em um sinal de que os custos crescentes dos assentos de avião estão destruindo pelo menos parte da demanda por viagens, as reservas online em maio caíram 2,3% em relação ao mês anterior depois que os preços subiram 6,2%, de acordo com dados divulgados na terça-feira pelo Adobe Analytics.

“Embora alguns consumidores tenham conseguido tolerar as tarifas mais altas, especialmente para aqueles que adiaram os planos de viagem durante a pandemia, a queda nas reservas mostra que alguns estão repensando seu apetite por pegar um avião”, disse Vivek Pandya, analista-chefe da Adobe Digital Insights, unidade da fabricante de software Adobe.

As tarifas domésticas aumentaram 47% até agora no ano e ultrapassaram os níveis de 2019 por quatro meses consecutivos – contribuindo para um aumento na inflação geral dos EUA. A Adobe reúne transações de consumidores de seis das 10 principais companhias aéreas dos EUA e mais de 150 bilhões de visitas em sites.

As reservas para viagens domésticas entre junho e agosto caíram 2% em comparação com os números até o final de maio de 2019. Mas os gastos aumentaram 11%, ilustrando as tarifas mais altas cobradas pelas companhias aéreas.

As compras online em maio aumentaram para US$ 8,3 bilhões, mostrando uma “mudança notável” nos gastos dos consumidores de bens para serviços, disse Pandya. Isso representa um aumento de 29% em relação a três anos atrás, embora as reservas tenham aumentado apenas 4,4% em relação a 2019.

Siga o Money Times no Facebook!

Curta nossa página no Facebook e conecte-se com jornalistas e leitores do Money Times. Nosso time traz as discussões mais importantes do dia e você participa das conversas sobre as notícias e análises de tudo o que acontece no Brasil e no mundo. Siga agora a página do Money Times no Facebook!



Continue Lendo