redmi-note-11t-pode-ter-chip-dimensity-810-e-carregamento-de-33w

Redmi Note 11T pode ter chip Dimensity 810 e carregamento de 33W

O Redmi Note 11T 5G fará a estreia no mercado indiano na próxima semana, dia 30 de novembro. No aquecimento para o lançamento, a filial indiana da Xiaomi revelou alguns detalhes sobre o novo dispositivo com pequenos teasers no Twitter.

  • Linha Redmi Note 11 é lançada com três modelos e recarga em menos de 20 min
  • Redmi Note 11 pode ter processador Snapdragon em versão global

Conforme as informações na rede social e no site da marca, o celular terá suporte para carregamento rápido de 33 W. Essa é uma importante atualização considerando que o antecessor Redmi Note 10T 5G oferecia recarga de 18 W.

Banner no site da Redmi Índia cita o carregamento de 33 W do Redmi Note 11T (Imagem: Divulgação/Redmi)

Manu Kumar Jain, vice-presidente global da Xiaomi Índia, também deu dicas sobre o processador do Redmi Note 11T. O executivo afirmou que o dispositivo será o primeiro celular da marca com chipset de 6 nm no país.


Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/

Com fortes chances de ser uma versão rebatizada do Redmi Note 11 chinês, o dispositivo do mercado indiano deve usar o Dimensity 810. O chip intermediário de 6 nm da MediaTek também está presente no “rival” Realme 8s, criando uma disputa bem equilibrada.

Novo celular do mercado indiano pode ser uma versão renomeada do Redmi Note 11 chinês (Imagem: Divulgação/Redmi)

Possíveis especificações do Redmi Note 11T

Rumores apontam que o Redmi Note 11T terá tela IPS LCD de 6,6 polegadas com taxa de atualização de 90 Hz. Ademais, o celular com o Dimensity 810 terá opções de até 8 GB de RAM e 128 GB de armazenamento interno.

Sem detalhes específicos, o modelo pode trazer câmera dupla traseira formada por sensores de 50 MP e 8 MP. Enquanto isso, a câmera frontal apresenta um sensor de 16 MP.

Entre outros possíveis detalhes, o Redmi Note 11T deve usar bateria de 5.000 mAh com suporte para carregamento rápido de 33 W. Bem como, o celular virá com a interface MIUI 12.5 baseada no Android 11 diretamente da caixa.

Com até três opções de configurações, a expectativa é que os aparelhos cheguem ao mercado indiano custando menos de 20 mil rúpias indianas. Na atual conversão direta, esse valor seria em torno de R$ 1.500.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:

  • 10 atores de Harry Potter que já morreram
  • Garimpeiro procurava ouro mas acabou encontrando um meteorito ainda mais valioso
  • Nosso cérebro encolheu ao longo dos últimos milênios; o que isso significa?
  • BARATINHO | Fone Bluetooth Galaxy Buds Pro entra em oferta na Fast Shop
  • Lua Fobos poderia ajudar a criar campo um magnético artificial em Marte; entenda