Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

realme C35 é uma bela surpresa


Nas últimas semanas, a realme lançou dois aparelhos novos: o realme GT 2 Pro e o realme C35 — e nós cobrimos tudo com detalhes. Esse último nós também recebemos para testar e agora você confere se ele vale a pena. O smartphone se enquadra na categoria de entrada, mas traz alguns recursos bastante interessantes para o seguimento.

Design

O design do C35 é um dos seus grandes destaques

O realme C35 é uma aposta muito interessante no seguimento de smartphones de entrada. O design é todo quadrado, mas com as quinas arredondadas, o que me lembrou bastante o iPhone 5, sendo bem sincero, e isso é ótimo. Na traseira temos os módulos de câmera — que felizmente não são muito saltados — e o logo da realme com design plano.

Quando partimos para as laterais, no lado direito temos o botão de energia e no lado esquerdo os de volume, com o “berço” para os cartões SIM e MicroSD. Na parte superior não temos nada e na inferior temos uma entrada USB-C, entrada para fones de ouvido, microfone e a saída de som.

A cor que recebi para testes é a verde, essa que achei a mais bonita, embora não tenha visto a preta presencialmente. Além de bonita, há um efeito perolado na traseira que chama atenção.

Tela

Realme c35 reproduzindo o clipe da música "pass the dutchie"
realme C35 reproduzindo o clipe da música “Pass the Dutchie”

Esse é um dos pontos onde o realme C35 mais consegue se destacar por vários aspectos. O primeiro é que mesmo sendo um aparelho mais modesto, temos um painel com resolução Full HD+, ótimo para filmes, séries, vídeos e até mesmo para os games.

Outra coisa curiosa sobre a tela, a qual eu pude testar no evento de lançamento do aparelho, é que ela é super resistente, usando a chamada Panda Glass. No evento, pude testar isso de forma um tanto quanto “agressiva”, quebrando nozes com a tela. Muita gente fez isso durante o evento e pasmem, continuou a funcionar perfeitamente e sem riscos.

É claro que o objetivo não é ficar jogando o aparelho no chão toda hora, mas sim ser um benefício para usuários mais desastrados.

Bateria

O realme c35 conta com um carregador de 18w na caixa
O realme c35 conta com um carregador de 18W na caixa

O novo smartphone da linha “C” da realme traz uma bateria de 5000mAh, mais que suficientes para o uso com os apps convencionais de redes sociais e de trabalho, mas também aguenta muito bem o tranco no uso com streamings.

Na hora de recarregá-lo, ele vem com um carregador com potência de 18W, suficiente para levá-lo de 0 a 100 em cerca de 1 hora e meia.

No meu uso, consegui passar de 1 dia de uso tranquilamente usando de tudo um pouco sem ficar com medo da bateria me deixar na mão. O único ponto negativo nesse sentido é o fato da configuração de bateria não ter um gráfico. As informações sobre o uso dos apps são bem limitadas, mas, tirando isso, o uso em si é bem otimizado.

Desempenho

O C35 veio equipado com o chipset Unisoc Tiger T616 de 12 nm octa-core. Ele é um bom processador para todos os afazeres básicos de um smartphone, como redes sociais, abrir e responder e-mails e até mesmo usufruir dos streamings, mas não espere um desempenho exemplar nos games.

O modelo que recebi conta com 4 GB de memória RAM e 64 GB de armazenamento, o que acho bem pouco. No Brasil, felizmente, temos o modelo de 4 GB de RAM com 128 GB de armazenamento com tecnologia UFS 2.2.

Mesmo usando uma versão relativamente inferior do aparelho, exceto nos jogos, não senti nenhum tipo de travamento ou engasgo. Tudo abre bem rápido e a resposta ao toque é boa. A única coisa é que por ele ter um design mais quadrado, na hora de segurá-lo, pode ser um pouco desconfortável. Confira alguns testes:

Geekbench

No Geekbench temos dois tipos de teste, um para a CPU e outro focado na GPU. No teste single-core o aparelho conseguiu 281 pontos enquanto no multicore tivemos uma pontuação de 1005. Já no teste para GPU o resultado foi de 579 pontos. O realme C35 ficou com uma pontuação parecida com smartphones como o Redmi Note 7 em todos os testes, o que reforça que ele é um aparelho bem simples na hora de jogar ou rodar coisas um pouco mais pesadas.

Confira:

  • Teste de benchmark no geekbench para o realme c35
  • Teste de benchmark no geekbench para o realme c35

3DMark

O teste do 3DMark que usei foi o mais popular, chamado Wild Life. Nele, o app roda uma cena por cerca de 1 minuto em que consegue testar toda a parte gráfica do smartphone. A pontuação passou longe do surpreendente, atingindo 461 pontos:

Resultado do 3dmark no realme c35
Resultado do 3DMark no realme C35

Sistema

Detalhes da configuração do realme c35
Detalhes do hardware e software do realme c35

O realme C35 vem de fábrica com o Android 11 com a Realme UI R Edition, uma versão mais simples do SO da marca. Isso de forma alguma faz dele inferior, mas o deixa muito mais com a cara de um smartphone com “Android puro” ao invés de um sistema modificado.

É um smartphone que deve ser fácil de aprender pela maioria das pessoas e entrega todas as configurações de forma direta e rápida, sem ter dezenas de abas e subpastas que, querendo ou não, apenas pessoas mais curiosas acabam indo atrás.

Câmera

Podemos dizer que essas são umas das câmeras já feitas. Eu não estou exigindo nada aqui, ainda mais em um modelo de entrada, mas achei a experiência tanto no app quanto com o resultado das fotos bem fraca.

Na traseira temos um sensor principal com 50MP e abertura f/1,8 com PDAF, um sensor macro de 2MP e f/2,4 de abertura e uma terceira lente de profundidade de 0.3MP e abertura de f/2,8.

Na prática, a única câmera importante será a principal, já que a de profundidade é um auxílio para o modo desfocado (efeito bokeh) e a macro não é das melhores. A câmera de selfie é de 8MP com abertura f/2,0 e ela me agradou. Nada surpreendente, mas também não é horrível. Confira algumas fotos abaixo, mas se o seu objetivo for tirar fotos com o smartphone, pode esquecer o C35.

Áudio

O realme C35 tem apenas 1 alto-falante na parte inferior. A qualidade em si não é ruim, mas, por ser apenas uma saída de áudio e num local onde colocamos as mãos ao jogar, se você não estiver de fone, a experiência fica horrível.

Inclusive, fica aí a minha reclamação e também um pedido. Eu sei que é um investimento a mais colocar som estéreo e deixaria os smartphones de entrada muy caros, mas coloquem a única saída de áudio num local que não vá arruinar a experiência do usuário, obrigado.

Conclusão

O realme C35 é um ótimo smartphone de entrada e vai conseguir garantir uma boa vida útil de bateria, além de ter uma boa tela para streamings e para aproveitar joguinhos mais simples.

O realme C35 está disponível nas Lojas Americanas no valor de R$1.829,90 em até 8x sem juros. Não é o melhor valor do smartphone ainda, pois acredito que ele comece a valer realmente a pena abaixo dos R$1500.

Especificações técnicas

Realme c35 flutuando em toda a sua glória e brilho
O C35 é um dos melhores smartphones de entrada atualmente
Modelo realme C35
Memória interna 64GB ou 128GB
Memória RAM 4GB ou 6GB
Processador Unisoc Tiger T616 de 12 nm
Tipo de tela LCD
Tamanho da tela 6,6″
Peso 189g
Entradas para fones de ouvido entrada de 3,5 mm
Resolução da tela Full HD+
Sistema operacional realme UI 2.0 R Edition
Câmeras traseiras 50 MP, f/1.8, 26mm (wide), 1/2.76″, 0.64µm, PDAF
2 MP, f/2.4, (macro)
0.3 MP, f/2.8, (profundidade)
Bateria 5000mAh com carregamento de 18W
Preço R$ 1.899 (sugerido)





Veja mais