Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Quatro dicas para proteger seu cartão de crédito em compras online


As compras no varejo digital são cada vez mais frequentes no Brasil, principalmente após as restrições impostas pela pandemia. De acordo com a Neotrust, em 2021 o e-commerce teve faturamento de R$ 161 bilhões, aumento de 26,9% em relação a 2020. Se comparado a 2019, o comércio eletrônico teve um salto de 113,9%. O número de pedidos também subiu, somando mais de 353 milhões de compras no ano passado.

Com a aceleração do e-commerce, o número de golpes também tem crescido no país. A Confi, empresa que monitora vendas desse setor, investigou desde 2019 mais de 6,8 mil transações suspeitas que totalizam mais de R$ 8 milhões em transações.

Com ciência desse risco, então, a organizou compartilhou com o Canaltech dicas para ajudar o consumidor a fazer compras mais seguras com o cartão de crédito, a partir de consultoria do especialista Felipe Píris, atual líder da empresa de monitoramento de vendas. Confira a seguir:

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Não salve dados pessoais no navegador

Ao fazer compras online, o navegador traz a opção de salvar dados pessoais e de cartão de crédito. Por mais que pareça algo prático, a situação pode gerar problemas para os consumidores, já que essas informações podem ser acessadas por invasores nas máquinas, comprometendo os cartões de créditos guardados nesses softwares.

Utilize o cartão virtual em compras online

Alguns aplicativos bancários permitem a criação de cartões virtuais para maior segurança dos usuários. (Imagem: Kris Gaiato/Captura de tela)

Piris afirma que utilizar o cartão de crédito virtual traz mais segurança ao usuário que a versão física, já que é possível configurar a versão digital para ela só existir temporariamente. “Muitos bancos e instituições financeiras dão a opção do cartão virtual temporário, que expira após utilização. Ele permite apenas uma compra, assegurando maior proteção no e-commerce”, orienta o especialista.

Esteja atento à sua fatura

É importante que o consumidor esteja sempre de olho na fatura do cartão de crédito, sempre checando as compras registradas nela para poder identificar qualquer fraude em potencial no momento que ela ocorra.

Uma recomendação é ativar as notificações de apps de cartões sobre cada compra, dessa forma permitindo que os usuários sejam informados de qualquer movimentação envolvendo o crédito na hora que ela ocorre. E, caso uma fraude seja detectado, é importante entrar em contato o mais rápido possível com a instituição financeira responsável pela emissão do produto.

Use aplicativos confiáveis e obtidos através de meios oficiais

Evitar baixar aplicativos de fontes não-oficiais, além de proteger o smartphone de vírus, também protege dados de cartões de crédito salvos no aparelho. (Imagem: Rubens Eishima/Canaltech)

Por fim, é recomendado que usuários utilizem aplicativos seguros para as compras. Por exemplo, jamais realizar transações em aplicativos de varejos famosos que não tenham sido obtidos através de meios oficiais, como a Google Play Store, no caso do Android, e a App Store, no iPhone – se eles forem adquiridos por outras fontes, arriscam terem sua infraestrutura infectada com diversos malwares, que podem desde espionar o smartphone da vítima até mesmo roubar os dados bancários registrados no aparelho.



Veja mais