poupanca:-renegociacao-de-dividas,-reserva-de-emergencia-e-metas-pessoais

Poupança: renegociação de dívidas, reserva de emergência e metas pessoais

 Crises financeiras pessoais ou externas demonstram a necessidade de uma reserva de emergência, no entanto, muitas pessoas negligenciam uma poupança por conta da ausência de um planejamento financeiro.

Entretanto, a poupança, o planejamento financeiro e a reserva de emergência são fatores correlatos, até mesmo porque você pode elaborar um planejamento financeiro, viabilizando uma poupança e objetivando uma reserva de emergência.

Poupança: renegociação de dívidas, reserva de emergência e metas pessoais

Uma pesquisa recente da CNDL, a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas, juntamente com o SPC, o Serviço de Proteção ao Crédito, avaliou que 67% dos brasileiros não juntam dinheiro; o que ficou bastante evidente por conta do aumento da inadimplência devido à crise oriunda da pandemia causada pelo coronavírus.

 Todavia, ainda que a poupança não seja uma cultura nacional, é possível que você elabore uma poupança a partir deste momento, considerando alguns fatores.

 Renegociação

 Dívidas geram juros, por isso, é muito importante que você faça renegociações dentro de um planejamento financeiro. Neste mês de novembro, a Febraban e o Banco Central do Brasil estão realizando um mutirão para essa finalidade, pode ser interessante conhecer as propostas.

Além disso, o Feirão Serasa Limpa Nome está premiando de certa forma o inadimplente para estimular o pagamento de dívidas. Por isso, este é um mês oportuno para que você verifique essas possibilidades.

 Gastos essenciais

Ao definir quais são os gastos essenciais, você irá conseguir eliminar os gastos desnecessários de forma natural. Por isso, faça um controle através de planejamentos e por meio de ferramenta de gestão ou aplicativos, para que você saiba exatamente quais são as modificações que você pode realizar na sua rotina.

Faça da poupança um hábito

Ao criar o hábito de poupar, você irá direcionar valores irrisórios. Isso modificará a sua relação com o dinheiro, valorizando o seu esforço, sendo um hábito primordial para o seu futuro.

Por isso, ao realizar mudanças na sua rotina, guarde todos os valores economizados na sua poupança. Com o passar do tempo, você entenderá a poupança como um hábito e não como um sacrifício pontual. Certamente fará toda a diferença no seu planejamento financeiro esse direcionamento.

 Vá além da reserva de emergência

Primeiramente, é importante que você tenha uma reserva de emergência. Posteriormente, você pode verificar outras opções de investimentos para que você alcance os seus objetivos em longo prazo, considerando opções mais agressivas, como se tornar um investidor. No entanto, tenha paciência com o seu processo e recomece sempre que necessário for.

Avalie o Texto.