phishing-cresce-em-todas-as-suas-modalidades-no-brasil-em-2021

Phishing cresce em todas as suas modalidades no Brasil em 2021

Os golpes virtuais estão em alta, mas alguns em específcio se destacam, como o phishing. Segundo um levantamento realizado pela Avast do Brasil com 1,3 mil usuários de seus serviços, neste ano essa fraude está ocorrendo bem mais do que em 2020.

  • Black Friday | Como evitar golpes com Pix durante as compras
  • Steam | Golpe usa falsa denúncia para roubar contas dos usuários

Segundo a pesquisa, 55% dos entrevistados encontraram phishing em 2021, em comparação com 39% que alegaram o mesmo em 2020. Quando se trata das vítimas, 35% mais brasileiros disseram ter sido vítimas de um esquema desse tipo, em comparação com os resultados do ano passado.

“Se compararmos os resultados da pesquisa de 2020 a 2021, houve um crescimento de 41% no número de brasileiros que encontraram golpes de phishing. Esperamos aumentar a conscientização sobre esses golpes, para ajudar os consumidores durante o período de festas de fim de ano a aproveitar essa temporada com segurança” afirma Luis Corrons, pesquisador adjunto sênior da Avast.


Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.

Tipos de phishing que os brasileiros encontraram em 2021. (Imagem: Divulgação/Avast)

A porcentagem de pessoas que afirmaram ter encontrado phishing por e-mail aumentou 3% em 2021 em comparação com o último ano. Em ameaças em sites, houve um acréscimo de 2%; via telefone, de 9%; por SMS, de 12% e, por fim, 1% em tentativas de golpes físicos.

Como se proteger

A pesquisa também perguntou às pessoas se elas já haviam sido vítimas de um esquema de phishing, com o resultando apontando que os habitantes que sofreram com esse tipo de golpe no Brasil aumentou 35%, com mais de um terço dos entrevistados admitindo ter sido vítima.

Os tipos de phishing que mais vitimaram pessoas no Brasil correspondem aos tipos mais encontrados pela pesquisa.

Tipos de phishing que os brasileiros foram vítimas em 2021. (Imagem: Divulgação/Avast)

A pesquisa também questionou o que aconteceu com as vítimas após o golpe. Segundo o levantamento, 42% dos entrevistados tiveram que alterar as senhas de suas contas, 27% tiveram que cancelar o seu cartão de crédito/débito e um em cada cinco tiveram os seus dados pessoais roubados.

Para ajudar na prevenção contra o phishing, a Avast disponibilizou algumas dicas:

  • Sempre compre em aplicativos ou sites oficiais: atualmente, é comum que os cibercriminosos usem páginas falsas com ofertas muito atraentes. Certifique-se sempre de que o local onde fará as suas compras é o oficial. Verifique se o URL começa com HTTPS e procure o ícone de cadeado próximo ao URL. A melhor coisa que os consumidores podem fazer é visitar diretamente os sites de compras confiáveis, mas sem fazê-lo através de links incluídos em e-mails ou anúncios pop-up;
  • Evite anúncios: não clique em pop-ups e janelas. Esses são vetores de phishing comuns e, se você encontrar um, nunca clique em qualquer lugar do anúncio, mesmo que haja um grande botão “Fechar”. Sempre use o pequeno símbolo “X” no canto;
  • Cuidado com ofertas muito atraentes: se algo é muito bom para ser verdade, provavelmente é falso. Se você receber anúncios, e-mails ou mensagens de texto com promoções exageradas, duvide das ofertas e não clique em nada, pois pode ser um golpe. Os cibercriminosos também gostam de pressionar as suas potenciais vítimas, com ofertas que expiram em breve.
  • Use métodos de pagamento confiáveis: você pode optar por cartões digitais (se o seu banco tiver esta opção), ou por serviços como o PayPal. Se você tiver escolhas, é melhor usar um cartão de crédito em vez de um cartão de débito, pois é mais fácil relatar despesas suspeitas;
  • Faça transações seguras: use uma VPN para realizar os seus pagamentos ou compras online, então, você irá criptografar a sua conexão para mantê-la oculta, privada e protegida contra os cibercriminosos;
  • Cuidado com e-mails e mensagens de texto: No período de festas de fim de ano, é comum observar lojas enviando e-mails com anúncios e promoções. No entanto, os cibercriminosos também fazem isso. É importante que o consumidor nunca clique em links e anexos, ou compartilhe informações, mesmo que o e-mail ou a mensagem de texto peça para fazer isso;
  • Use um antivírus: é extremamente importante ter um antivírus instalado em todos os seus dispositivos, incluindo smartphones, para detectar e eliminar ameaças antes delas afetarem o aparelho.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:

  • Garimpeiro procurava ouro mas acabou encontrando um meteorito ainda mais valioso
  • Veja os benefícios que todo MEI tem direito e pouca gente sabe
  • O Galaxy S21 vai valer a pena na Black Friday?
  • Samsung anuncia Galaxy A03 com grande bateria, câmera de 48 MP e mais
  • Linha Oppo Reno 7 é oficial com três modelos e cara de iPhone