Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Peixe-jacaré de 136 kg é pescado e devolvido por conservacionista no Texas


Um peixe-jacaré de proporções colossais foi pescado em na área ribeira (bayou) do Texas, neste mês, pelo educador e conservacionista texano Payton Moore, que trouxe o espécime até a terra, para tirar fotos, e o liberou logo em seguida. Dado que o pescador não levou uma balança para tirar medidas oficiais do peixe, ele não é elegível para o livro dos recordes, mas especula-se que ele poderia bater o recordista anterior.

O estadunidense saiu para pescar de Houston, no Texas, na semana passada, já tendo identificado o peixe-jacaré (Atractosteus spatula), que media 2,5 metros e tinha um peso estimado de 136 quilos. Ele gravou toda a ação e a subiu para seu canal do YouTube, WILD LIFE, no último sábado (7). Segundo Moore, a disputa com o anzol foi como se ele estivesse se segurando pela borda de um carro em movimento.

Peixe-jacaré em aquário, no zoológico de Cincinnati. Na natureza, ele vive apenas no Vale do rio Mississippi (Imagem: Greg Hume/CC-BY-3.0)

Conservação do peixe-jacaré

O recorde de maior peixe-jacaré capturado no Texas, segundo o Texas Parks and Wildlife, foi um espécime de 137 kg, pescado em 1953 com um espinel (uma linha forte e comprida, cheia de linhas curtas com anzóis na ponta). O peixe é da família dos gars, ou lepisosteiformes, que já popularam todo o planeta, mas agora têm apenas 7 espécies conhecidas.

Fósseis da família aquática do período Cretáceo (145 a 66 milhões de anos atrás) já foram encontrados na Europa, África e sul da Ásia. O peixe-jacaré, que fica entre os maiores peixes de água doce da América do Norte, vive exclusivamente no Vale do rio Mississippi, se alimentando de peixes menores, siris azuis, patos, gansos e tartarugas. Apesar de enormes, eles não oferecem perigo aos humanos, mas suas ovas são tóxicas, não devendo ser consumidas.

A família do peixe já havia sido alvo de abate por agências federais e estaduais dos Estados Unidos para dar lugar a outras espécies mais procuradas para pesca esportiva e comercial. Nos últimos anos, esforços de conservação foram iniciados, limitando a pesca para um peixe-jacaré por dia para cada pessoa, e com recomendações de que eles sejam devolvidos após a captura.

O peixe-jacaré consegue respirar ar, como nós, então é segura trazê-lo para fora da água por alguns minutos para tirar medidas ou fotos, coisa que Payton Moore fez, apesar de não pesar sua prezada captura. Recomenda-se, apenas, que o peixe deve ser mantido molhado e fresco, especialmente se a pesca for realizada sob sol forte.

Moore espera que o compartilhamento do seu vídeo estimule uma maior apreciação da natureza e das criaturas como o enorme peixe do Mississippi, que ele diz ser raro na região atualmente. Segundo o conservacionista, é uma honra dividir um espaço natural como esse com um animal selvagem incrível como o peixe-jacaré.

Fonte: LiveScience



Veja mais