Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Os X-Men existem no universo dos Vingadores depois de Doutor Estranho 2?


Dentre as várias expectativas que rondavam Doutor Estranho no Multiverso da Loucura antes mesmo de sua estreia, a maior delas era justamente sobre a possibilidade de o filme, enfim, introduzir os mutantes no Universo Cinematográfico da Marvel (MCU, na sigla em inglês). Depois de vários acenos e até uma piada em WandaVision, o longa era a esperança dos fãs de verem os X-Men serem integrados ao mundo dos demais heróis.

E, em certa medida, isso aconteceu. A aparição do Professor Xavier (Patrick Stewart) como parte dos Illuminati do Universo-838 foi um dos pontos altos de Multiverso da Loucura e mostrou que essas franquias estão começando a se conectar — ainda que não da forma como os fãs esperavam ver. Por isso mesmo, a grande questão que fica é sobre o que vem a seguir.

O Xavier do Universo-838 tem muito mais a dizer sobre o futuro dos X-Men do que do MCU (Imagem: Reprodução/Fox)

Afinal, qual o impacto da aparição de Xavier no MCU? Será que finalmente veremos mutantes frente a frente com os Vingadores? Ao contrário do que possa parecer, a participação do mutante em Doutor Estranho tem muito menos a ver com os filmes dos X-Men e muito mais com outro projeto não tão lembrado assim da Marvel.

Quem é aquele Xavier?

Antes de qualquer coisa, é importante pontuar que aquele não é o Xavier dos filmes dos X-Men que acompanhamos por quase duas décadas. Parece com ele, fala como ele e até morre como ele, mas não é ele — e essa é a graça do multiverso. Se você notar bem, vai reparar que conhece essa versão de outro canto.

Sim, estamos falando do Professor X do clássico desenho dos anos 1990. A icônica cadeira amarela voadora que ele aparece usando em Doutor Estranho no Multiverso da Loucura deixa claro que a versão do personagem do Universo-838 foi claramente inspirado no Xavier da animação.

Essa cadeirinha vem direto do fundo da memória (Imagem: Reprodução/Marvel Studios)

É claro que poderia ser apenas uma homenagem ao desenho animado, mas há outros indícios que indicam que é mais do que apenas um easter egg. Afinal, ele emana as mesmas ondas psíquicas quando usa seus poderes e até veste o mesmo tipo de roupa.

Pode parecer preciosismo, mas esse é um detalhe bem sutil e que marca bem o Xavier da Fox e o do desenho animado. Nos filmes, o Professor sempre usava roupas mais puxadas para o azul — o que combinava mais com todo o visual mais metálico da base dos X-Men e com os trajes em couro dos heróis —, enquanto a versão da animação sempre foi apresentado com o mesmo paletó mais esverdeado que ele usa em Doutor Estranho.

Se isso não é prova o suficiente, a própria trilha sonora reforça a tese. Quando Patrick Stewart faz sua aparição no palácio dos Illuminati, a música que toca não é a dos filmes dos anos 2000, mas a clássica canção de abertura do desenho. Sim, aquela.

E é aí que podemos ter o real impacto de Multiverso da Loucura para o futuro dos mutantes. Embora não tenha dito nada sobre os X-Men no MCU, o filme pode ter apresentado o contexto ou mesmo a ligação do desenho de 1997 e o revival anunciado em 2021 pela Marvel.

Ainda que não haja nada oficializado nesse sentido, pode ser que os novos episódios da animação mostrem que essas histórias se passam no Universo-838 e aquilo que foi apresentado no novo Doutor Estranho é o futuro daquela realidade.

A roupa que o Doutor Estranho-838 usa em Multiverso da Loucura é bem parecida com a que o herói tem no desenho dos X-Men (Imagem: Reprodução/Disney+)

Pode soar um pouco absurdo, mas é algo que faz bastante sentido. Além de as tecnologias serem as mesmas — com destaque para a cadeira voadora de Xavier —, há o fato de que os X-Men do desenho conhecem boa parte dos heróis da Marvel em suas histórias, o que inclui o próprio Doutor Estranho e os Vingadores. Assim, vermos a formação dos Illuminati é apenas um pulo.

Mutantes no MCU

Por outro lado, as implicações para o MCU são bem menos otimistas. Isso porque não há qualquer indício em Multiverso da Loucura que aponte para o surgimento de mutantes ou mesmo para um papel de liderança de Xavier dentro do Universo-616.

Antes de Doutor Estranho chegar aos cinemas, a grande expectativa dos fãs era que a Feiticeira Escarlate usasse suas habilidades de manipulação de realidade para reprisar o que ela fez nos quadrinhos durante a saga Dinastia M. A diferença era que, ao invés de apagar os mutantes da face da Terra, ela iria fazer algo que criaria os Homo superior dentro do MCU. Só que nada disso aconteceu.

Para quem esperava mutantes no MCU, Multiverso da Loucura só entregou uma Wanda descontrolada (Imagem: Divulgação/Marvel Studios)

Assim, a única relação de Multiverso da Loucura com os mutantes ficou apenas na participação de Xavier, que nem chegou a falar algo sobre seus alunos. E, com tão pouco, não há nem como especular possíveis desdobramentos para o futuro dos filmes da Marvel.

No máximo, podemos supor que existe um Xavier na Terra-616. Tanto o novo Doutor Estranho quanto Homem-Aranha: Sem Volta para Casa e What If…? já indicaram que existem várias versões de um mesmo indivíduo em diferentes realidades — embora não em todas — e isso reflete no fato de que há um Xavier-616 andando por aí.

A grande questão é que não há como garantir que ele é um mutante e muito menos que comanda um grupo de alunos com poderes especiais que lutam para proteger aqueles que os odeiam. Pode ser que, na realidade do MCU, ele seja apenas uma pessoa comum ou um ator condecorado pela rainha britânica e que vive um capitão em uma série de ficção científica.

A verdade é que só vamos descobrir as reais implicações quando Kevin Feige decidir tirar os X-Men da geladeira do Marvel Studios. Aos poucos, começamos a ver isso acontecer, mas ainda de forma muito tímida. E pode ser que Multiverso da Loucura seja apenas o início desse potencial a ser explorado. Afinal, agora que o Doutor Estranho teve contato com Xavier, seria a oportunidade de ele descobrir que os mutantes já estão entre nós.



Veja mais