Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Onde carregar um carro elétrico?


Os carros elétricos já são um em cada 10 vendidos no mundo em 2022 e esse número deve aumentar ainda mais. Mesmo no Brasil, onde esse segmento ainda engatinha se compararmos com outros mercados, há um crescimento constante e será inevitável adaptar os produtos à realidade do país e seus consumidores.

O principal problema em se ter um carro elétrico no Brasil não é a autonomia, mas sim onde abastecer essas máquinas. Praticamente todos os modelos à venda por aqui ultrapassam os 200km de alcance, o suficiente para uma semana rodando na cidade. Mas recarregar a bateria é o desafio.

O Audi e-Tron tem mais de 400km de autonomia, com uma bateria de 95 kWh (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Se você tiver um carro elétrico ou híbrido, saiba que é muito mais em conta encher uma bateria de 400km se compararmos com a mesma autonomia de um modelo a etanol, por exemplo. Entretanto, sempre esbarraremos no “onde”.

Pensando nisso, o Canaltech decidiu te ajudar e mostrar onde é possível carregar um carro elétrico hoje em dia.

Tomada convencional

A escolha mais óbvia para quem quer ter um carro elétrico e não depender de situações externas é carregar seu xodó zero emissão dentro de casa. Para isso, grande parte dos modelos à venda no Brasil contam com carregadores portáteis bivolt, em que você pode espetar em uma tomada 110V ou 220V, desde que tenha 20A e seja aterrada, por segurança.

As montadoras, cientes da falta de uma grande oferta de estações públicas no Brasil, oferecem esses carregadores completamente adaptados para o padrão nacional de tomadas.

A Volvo é uma das empresas mais “plugadas” do mercado automotivo brasileiro (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Wallbox

As wallbox nada mais são do que tomadas adaptadas para o carregamento dos carros elétricos. Por serem projetadas para esse fim, elas têm um pouco mais de potência e conseguem recarregar o veículo com mais velocidade. Com elas, é possível, inclusive, programar o tempo da carga, de modo a economizar energia.

Atualmente, várias empresas trabalham com esse produto, como Weg, Enel X e as próprias montadoras, como Volvo, BMW e Porsche.

A Enel é uma das empresas que fabricam carregadores domésticos, as wallbox (Imagem: Divulgação/ Enel X)

Estações públicas

As estações públicas são aquelas em que o próprio governo ou empresas privadas disponibilizam o local para carregar o carro elétrico. No Brasil isso ainda é bem raro, mas já existem alguns projetos em andamento, como na Dutra, rodovia que faz a ligação entre São Paulo e Rio de Janeiro.

Para usar essas estações em outros países, é comum o pedido de cadastro e o pagamento de uma taxa, que geralmente é bem em conta. Há cidades, inclusive, que não cobram pelo serviço.

Estações públicas ainda são raras no Brasil (Imagem: Divulgação/rozum/Envato)

Shoppings, supermercados e prédios comerciais

A maioria dos carregadores de carros elétricos disponíveis no Brasil estão localizados em estradas, shoppings centers, supermercados, estacionamentos e prédios comerciais. Geralmente, essas estações são feitas pelas próprias montadoras, que querem popularizar os produtos e investem pesado em infraestrutura.

Redes de shoppings, como da Multiplan, e supermercados como o Pão de Açúcar são alguns desses estabelecimentos.

Uma estação de recarga no Pão de Açúcar, em São Paulo (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)



Veja mais