Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

O que vai acontecer com Wanda após Doutor Estranho no Multiverso da Loucura?


Atenção! Este texto tem spoilers de Doutor Estranho no Multiverso da Loucura!

Mais do que participações especiais ou mesmo a cena pós-crédito, a maior surpresa mesmo de Doutor Estranho no Multiverso da Loucura é mesmo o fato de Wanda (Elizabeth Olsen) ser a verdadeira vilã do filme. Não que isso estivesse sendo escondido pela Marvel, mas muita gente acreditava que o estúdio daria um jeito de redimir a personagem no final, seja com ela se arrependendo na última hora ou mostrando estar sendo controlada por alguma entidade, como o próprio Darkhold, o livro maldito.

Só que não foi isso que vimos nos cinemas. A Feiticeira Escarlate não só agiu deliberadamente como uma vilã como fez isso em sã consciência, dizimando quem aparecesse na sua frente. Não há uma contagem de mortos oficial, mas podemos apostar seguramente na casa das centenas se levarmos em conta a chacina em Kamar-Taj e a limpa que ela faz com os Illuminati.

Estamos prontos para passar mais um pano para a Wanda? (imagem: Divulgação/Marvel Studios)

Por isso mesmo, o seu final não é lá muito bom. Depois de perceber o tamanho do erro que cometeu quando quis invadir o multiverso para recuperar seus filhos, ela se vê como essa vilã e decide consertar seus crimes. Assim, além de apagar o Darkhold em todas as realidades do multiverso — seja lá como ela fez isso, já que era justamente alcançar essas diferentes realidades o seu objetivo —, ela também destruiu o Templo de Chthon em que esse conhecimento profano era armazenado.

E é nesse processo que ela, em tese, desaparece. O roteiro de Doutor Estranho no Multiverso da Loucura dá a entender que ela morreu e a própria fala do herói dá a entender que foi isso mesmo que aconteceu. Ao mesmo tempo, existe a velha máxima do cinema de que “onde não há corpo, não há cadáver”, indicando que Wanda pode retornar em algum momento.

Wanda morreu ou vai voltar ao MCU?

Como já é tradição nos filmes da Marvel, há uma promessa de retorno em Doutor Estranho no Multiverso da Loucura. Quando os créditos terminam de subir, aparece a mensagem “Doutor Estranho irá voltar” e só. Não há qualquer menção ali de que a Feiticeira Escarlate vai vir na carona, indicando que ela realmente morreu enquanto destruía o Templo de Chthon.

Vamos combinar que ela estava bem descontrolada no filme (Imagem: Reprodução/Marvel Studios)

É claro que nada disso é definitivo. Basta lembrar que Loki morreu pelo menos três vezes no MCU — em Thor: Mundo Sombrio, em Vingadores: Guerra Infinita e na própria série Loki — e Kevin Feige arranjou um jeito de trazer o personagem de volta por causa da sua popularidade com os fãs. Assim, não seria impossível vermos algo parecido acontecer com a Feiticeira Escarlate.

Por outro lado, existem alguns agravantes que complicam as coisas para Wanda. Primeiro, que ela realmente ultrapassou todos os limites em Multiverso da Loucura. Como dito, ela termina o filme com algumas centenas de mortes em suas costas a ponto de o próprio filme retratá-la em alguns momentos muito mais como um demônio do que como uma pessoa. Assim, fica até difícil imaginá-la retomando o posto de heroína.

Uma regra bem comum nos roteiros de Hollywood é que o vilão pague por seus atos — e isso é bem presente no MCU. Por mais carismático que seja o personagem e até que suas motivações sejam compreensíveis, há uma linha que ele ultrapassa que não tem mais volta. Na grande maioria das vezes, é justamente tirar outras vidas.

Existem certos limites que Hollywood não deixa ultrapassar e Wanda atropelou todos eles (Imagem: Divulgação/Marvel Studios)

É por isso que, apesar de tudo, Killmonger nunca deixou de ser o vilão de Pantera Negra da mesma forma que WandaVision termina passando pano para as atitudes da Feiticeira Escarlate. Ela escravizou e torturou uma cidade inteira, mas ela não tirou nenhuma vida e é por isso que a série termina com um clima de “opa, desculpa, foi mal galera” com a personagem só indo embora sem ter que pagar pelo que ela fez ali.

Só que, em Multiverso da Loucura, ela não só ultrapassa essa linha como vai longe. Ela mata geral e, em alguns casos, de forma bastante cruel que chocaria até outros vilões do MCU. Para quem esperava o Mefisto, parece que o verdadeiro demônio sempre esteve bem aí.

Desse modo, é difícil imaginar uma forma de contornar todo esse estrago para trazer Wanda novamente à ativa, de modo que ela deve mesmo permanecer morta.

Conclusão narrativa

Outro argumento que pesa contra a personagem é o próprio arco narrativo. Trazê-la dos mortos para que ela se sinta culpada pelo que fez para buscar se redimir perante o mundo é algo que o próprio MCU já fez antes. Afinal, ela apareceu pela primeira vez como vilã em Vingadores: Era de Ultron e, a partir dali, o que vimos foi uma jornada de redenção para que ela se tornasse uma heroína de verdade.

Existem saídas para trazer a personagem de volta, mas isso vai ser bom? (Imagem: Divulgação/Marvel Studios)

E é por isso que a sua virada em WandaVision é tão interessante. É na sua série que vemos ela deixando de ser essa boa moça para se tornar, mais uma vez, a vilã da história. No caso, ainda é algo inconsciente e quase sem querer, mas que conduz a trama para essa transformação que é apresentada em Multiverso da Loucura. É quase como se a jornada dela em todos esses filmes fosse essa coisa circular que a devolveu ao papel de vilã, mas com status e relevância diferentes.

Assim, trazê-la de volta para recomeçar esse ciclo mais uma vez é esvaziar aquilo que foi tão bem construído aqui. É muito legal ver o quanto esses personagens são falhos e que basta um dia ruim — ou uma sequência deles — para que se perca o controle. Afinal, estamos falando de indivíduos com poderes de deuses nas mãos e é uma responsabilidade enorme se segurar apesar de tudo. Então, ter alguém vacilando é ótimo e tentar corrigir isso é negar esse acerto.

É claro que, no fim das contas, a Marvel pode achar mais interessante ignorar tudo o que está escrito acima a manter a Feiticeira Escarlate, ainda mais diante da popularidade que ela conquistou nos últimos anos. E isso pode ser feito de diferentes formas, seja dizendo que ela não morreu na implosão ou simplesmente trazendo uma variante sua do multiverso — como aconteceu com o próprio Loki. O precedente existe.

Doutor Estranho no Multiverso da Loucura está em cartaz nos cinemas de todo o Brasil; garanta o seu ingresso na Ingresso.com.



Veja mais