Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Nintendo avalia com cuidado transição para sucessor do Switch


A Nintendo revelou que os planos para o sucessor do Switch estão sendo levados com cautela pela empresa japonesa, além da estratégia de construir o relacionamento a longo prazo com seus consumidores e expandir para outras mídias que não o videogame.

Durante uma sessão de perguntas e respostas com investidores, o presidente da companhia, Shuntaro Furukawa, explicou que a transição do Nintendo Switch para o próximo console da marca é “uma preocupação grande”. Com 107 milhões de unidades vendidas, o videogame foi um respiro após as vendas catastróficas do Wii U comparado ao antecessor, o Wii.

Para o presidente da Big N, o Switch não pode ser ignorado durante a transição entre gerações. (Imagem: Alvaro Reyes/Unsplash)

Furukawa também explicou que, como o lançamento do Switch ocorreu sem nenhum problema, seu sucesso permitiu que a Nintendo focasse no desenvolvimento de jogos exclusivamente para uma única plataforma.

Para ajudar a diminuir os riscos de perder a base instalada do Switch, o chefão da japonesa explicou que ela está investindo em serviços que usem as contas da Nintendo e invista em outras propriedades intelectuais além dos jogos. A ideia é criar um impacto duradouro em seus consumidores.

Em fevereiro, o presidente da Nintendo explicou que a ideia da marca é manter a base instalada no Switch e expandir o número de pessoas com o console híbrido. Atualmente, existem as versões base, OLED e Lite do videogame. Para Shuntaro, a companhia deve considerar os usuários do Switch durante a transição para um próximo videogame.

Apesar de o Switch ter alcançado a marca de 107 milhões de unidades vendidas em março de 2022, o volume de aparelhos comercializados no mês foi 20% menor em relação ao mesmo período de 2021 — o principal motivo seria a falta de semicondutores na indústria. Ainda assim, a Nintendo acredita que o console esteja na metade do seu ciclo de vida e planeja manter mais um ano no crescimento de vendas com a ajuda do modelo OLED.

Fonte: VGC

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.



Veja mais