meu-chefe-me-diminui-–-o-que-fazer?

Meu chefe me diminui – o que fazer?

Meu chefe me diminui muito! Meu chefe me trata mal! O que posso fazer diante disso?

Esse questionamento acima combina com a sua situação? Você tem se sentido diminuído no trabalho? Então não deixe de acompanhar este nosso conteúdo de hoje.

O intuito deste texto é lhe ajudar a ter os melhores subsídios para lidar com essa situação. Acompanhe e saiba mais!

Meu chefe me diminui: O que eu posso fazer?!

“Meu chefe me diminui e eu já não sei mais o que fazer…” Infelizmente, essa frase é bem recorrente no ambiente corporativo. Sendo visto como um caso de abuso moral, o mau tratamento que o chefe oferece ao colaborador deve ser extinguido o quanto antes.

E para lhe ajudar com esse objetivo, veja os apontamentos que fizemos abaixo:

1- Não confronte no momento – apenas ouça em um primeiro instante

No momento em que o seu chefe estiver exaltado e falando coisas ruins sobre você, não perca a razão. Ou seja, não confronte. Apenas ouça. Isso é muito importante para que, em um momento de confronto judicial, você não seja acusado de também praticar o assédio moral.

Portanto, respire fundo e tente demonstrar tranquilidade. Pois além de manter a razão com você, esse comportamento poderá fazer com que o chefe perceba a exaltação dele e possivelmente o fará recuar.

2- Analise se esse comportamento ocorre com outros colaboradores

Analise se esse tipo de comportamento acontece especificamente com você ou se ele está presente na relação do seu chefe com outros colaboradores.

Caso esteja acontecendo com mais pessoas, converse sobre isso com os seus colegas, pois todos poderão ser testemunhas da situação se nada se resolver por meio do diálogo.

3- Tenha uma conversa sincera com o seu chefe

E por falar em diálogo, antes de sair “apontando o dedo” para o seu chefe, tenha uma conversa franca com ele. Demonstre que determinados comportamentos dele têm deixado você desconfortável.

É claro que você não precisa sair por aí falando “meu chefe me diminui”, pois o ideal é que você converse de maneira civilizada e tranquila. Acredite, às vezes o seu chefe sequer se deu conta de que o comportamento dele é inadequado.

4- Documente as situações de abuso

Se apesar de você conversar com ele, nada ainda se resolver, comece a documentar as situações de abuso.

Anote dia, horário, nome das testemunhas e relate o episódio que aconteceu. Isso servirá de base para que você tenha o amparo da justiça na hora de processar o seu chefe – caso o processo venha a acontecer.

Não tenha vergonha de fazer isso. Essa documentação é importante para a sua saúde mental.

5- Busque o RH se o diálogo não funcionar

Por fim, com os documentos em mãos, é hora de buscar o suporte do RH. Assim você terá profissionais qualificados ao seu lado na hora de lidar com a situação.

Não deixe que o comportamento do seu chefe atrapalhe a sua vida profissional. Converse com ele e, caso isso não seja o suficiente, tome as medidas cabíveis a esta situação. Afinal, a sua saúde mental e o seu bem-estar no trabalho precisam ser levados em conta.

Avalie o Texto.