Mais de 18 milhões de pessoas têm crédito consignado com juros acima da média | DivulgaLink

Cerca de 18,9 milhões de tomadores de crédito consignado estão pagando taxas de juros acima da média atual do mercado.

Estão na mesma situação outros 4,2 milhões de clientes bancários que financiaram veículos e 493 mil pessoas que fizeram crédito imobiliário.

Os dados fazem parte do novo REB (Relatório de Economia Bancária), do Banco Central.

Segundo a avaliação do BC, os tomadores de crédito consignado, teriam mais vantagens ao transferir sua operação para outra instituição, com custo menor.

“Nessas modalidades, respectivamente 47% e 28% dos tomadores (25% e 12% do saldo) ativos em dezembro de 2020 estão em operações com taxas de juros acima de 25% a.a., enquanto as taxas médias em 2020 foram de 19,7% e 19,3% a.a. Com a portabilidade, os contratos apresentaram redução média de 5,7 pontos percentuais”, informou o BC.

O estudo divulgado nesta segunda-feira (7), está disponível para consulta no site do BC.

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Real, dinheiro, moeda / Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Portabilidade

Emerson leite, Diretor de Negócios, da Cooperemb (Cooperativa de Crédito Mútuo dos Empregados da Embraer), explica que a portabilidade é uma forma de promover a competição e a melhoria das condições de crédito.

“Há uma expressiva redução na taxa de juros, crédito adicional e alongamento do prazo”, pontuou.

O diretor ainda destaca que para quem é cooperado a vantagem é muito maior.

“Ao realizar a Portabilidade de Crédito para a Cooperativa, você também aumenta a sua participação na distribuição das sobras e contribui para a geração de recursos para a sua comunidade”.

Continuar lendo