Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Luiza Trajano toca o sino na abertura da Bolsa de Nova York


A empresária brasileira Luiza Trajano tocou o sino da abertura das negociações de ações na Bolsa de Valores de Nova York na segunda-feira (9). A presidente do conselho do grupo de varejo Magazine Luiza realizou o feito por ter se tornado a Personalidade do Ano, uma premiação da Câmara de Comércio Brasil-Americana.

Durante a viagem aos EUA, Luiza também deu uma palestra na segunda-feira no evento Brazil Summit, que reúne autoridades do governo, economistas e empresas para falar sobre o ambiente de negócios no Brasil e a retomada econômica pós-covid-19.

Já o título de Personalidade do Ano também será concedido este ano para a CEO da IBM, Birginia Rometty. Em outros anos, a homenagem da Câmera Brasil-Americana também foi entregue ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e a Henrique Meirelles, ex-ministro da Fazenda.

A rede Magazine Luiza foi criada em 1957 e hoje é uma das maiores redes varejistas do Brasil. Já conta com mais de 1.110 lojas físicas em 23 estados — o último deles a entrar foi o Rio de Janeiro, em junho deste ano, com direito a publicidade estrelada pela cantora Anitta. O site da “Magalu”, apelido da rede, surgiu em 2000. Outro ponto importante na sua história foi a abertura de ações (IPO) na Bolsa de Valores brasileira, em 2011.

Nos últimos anos, o grupo vem adquirindo diversas empresas e startups brasileiras para diversificar seus negócios e serviços. São exemplos disso o Canaltech, em agosto do ano passado, a AiQFome, plataforma de food delivery; a Estante Virtual, de venda de livros novos e usados; a Hubsales, que conecta fabricantes ao consumidor final; a Stoq, de tecnologia para pontos de venda; a plataforma de mídia da Inloco; a escola de marketing Digital ComSchool; e a VipCommerce, focada no varejo de alimentos.

Fonte: Estadão (via Exame)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.





Veja mais