Jardins de Portugal: Rota do Litoral Centro

Estende-se por um vasto território entre as áreas metropolitanas de Lisboa e Porto, caracterizado por uma relativa proximidade ao oceano Atlântico e confina a nascente com as serras do Buçaco, Lousã, Sicó, Aires e Candeeiros. 

Coimbra reúne um vasto conjunto de jardins e parques históricos, alguns deles instalados sobre partes de antigas cercas conventuais como o Parque de Santa Cruz ou da Sereia, com o seu notável Jogo da Bola, ou o Jardim Botânico e o notável Jardim da Manga e outros jardins públicos de génese mais recente. Inclui espaços religiosos muito distintos como a cerca e os claustros do Mosteiro de Alcobaça, o Santuário de Nossa Senhora da Piedade na Lousã, o Santuário de Fátima e a Mata Nacional do Buçaco. As termas têm especial expressão neste território sendo o Parque D. Carlos I o ex-líbris dos parques termais portugueses pela sua associação ao hospital termal mais antigo do mundo. Na envolvente de Coimbra, a rota integra ainda a emblemática Mata Nacional do Choupal e a Quinta das Lágrimas, com os seus jardins e notável património botânico e cenário da história de amor de Pedro e Inês que perdura na memória há mais de seis séculos e, os jardins das villas romanas de Conímbriga.

  1. PARQUE D. PEDRO, AVEIRO

Continuar lendo

DIVULGALINK We would like to show you notifications for the latest news and updates.
Dismiss
Allow Notifications