Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Indústria de tecnologia pressiona OMC a prorrogar isenção de tarifas sobre fluxo de dados – Money Times

OMC


Isso eleva a perspectiva de que tarifas possam ser impostas a fluxos de dados como streaming de música e transações financeiras (Imagem: REUTERS/Denis Balibouse)

A indústria global de tecnologia está pressionando a Organização Mundial do Comércio (OMC) a isentar fluxos de dados das tarifas internacionais, dizendo que não fazer isso prejudicará uma recuperação global já ameaçada.

Os 164 membros da OMC apresentam seus pontos de vista sobre o tema nesta quarta-feira, o último dia programado de uma conferência ministerial de quatro dias.

Keisal Peters, ministro do Comércio de São Vicente e Granada, que lidera as discussões, disse na conferência que as divergências permanecem. Com o passar do tempo, os membros da OMC devem considerar uma reunião extra, acrescentou.

A OMC concordou em 1998 com uma moratória nas tarifas de comércio eletrônico e a estendeu repetidamente em conferências ministeriais que o órgão de comércio realiza a cada dois anos.

Agora, Índia, Indonésia e África do Sul ameaçam bloquear uma nova extensão, disseram fontes próximas às negociações na OMC.

Isso eleva a perspectiva de que tarifas possam ser impostas a fluxos de dados como streaming de música e transações financeiras.

Essa possibilidade levou 108 associações de empresas de tecnologia, incluindo grupos da Índia e da Indonésia, a escreverem à OMC pedindo aos membros que renovem a moratória, dizendo que o fracasso em fazê-lo prejudicará a recuperação global.

Pequenos países em desenvolvimento, alegam, perderiam a chance de aumentar sua competitividade digital.

John Neuffer, presidente-executivo da Associação da Indústria de Semicondutores, disse que fluxos de dados isentos de tarifas são essenciais para países que desejam atrair estrangeiros.

“Ouvimos alarmes de que as coisas estavam com problemas, com muito mais risco de a moratória não ser estendida”, disse Neuffer. O risco é de uma onda de países impor tarifas.

Estudos demonstraram que os benefícios da receita tarifária seriam compensados ​​pelas perdas econômicas, disse ele.

Uma autoridade da UE disse que os países favoráveis ​​a uma extensão da moratória ainda esperam um acordo multilateral. Eles ainda não estavam perto de buscar um plano B.

Entre para o nosso Telegram!

Faça parte do grupo do Money Times no Telegram. Você acessa as notícias em tempo real e ainda pode participar de discussões relacionadas aos principais temas do Brasil e mundo. Entre agora para o nosso grupo no Telegram!



Continue Lendo