Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Imposto de Renda: fique atento para não errar a declaração pré-preenchida


Uma das noviddes de 2022 no Imposto de Renda foi a declaração pré-preenchida, uma ferramenta que facilita o processo de criação do documento. Ela já existia em outros anos, mas era limitada a quem tinha certificado digital; agora todos com conta de nível ouro ou prata na plataforma gov.br também podem ter acesso. Mas há uma pegadinha: ele aumenta as chances de errar a declaração.

Este modelo permite preencher automaticamente vários dados da declaração, com base em informações já recebidas pela Receita Federal, como rendimentos, deduções, bens, direitos, dívidas e ônus reais. Esses conteúdos são enviados por fontes pagadoras, instituições imobiliárias ou serviços médicos.

É também possível obter as informações dos dependentes por meio de procuração digital. O dependente deve passar a procuração para o titular da declaração antes de baixar as informações.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

E por que a pré-preenchida pode levar a erros? O motivo é simples: com a facilidade, o contribuinte pode afrouxar a atenção e deixar passar erros e incoerências na declaração. Ao final, é importante conferir os dados enviados por terceiros para ver se eles estão de acordo com seus rendimentos e gastos.

Declaração pré-preenchida do Imposto de Renda pode levar a erros (Imagem: Divulgação/Agência Brasil/Marcelo Camargo)

Além disso, há dois pontos: nem tudo que pode ser restituído é informado à Receita, como gastos com educação; e eventuais dados que não tenham sido pré-preenchidos também devem ser informados pelo contribuinte.

“As despesas com educação não são informadas na declaração pré-preenchida, porque as instituições de ensino não têm que informar isso à Receita. Então, a pessoa deve ficar atenta para lançar essas deduções, porque elas são dedutíveis para Imposto de Renda”, afirmou ao Jornal Nacional Andrezza Célia Moreira, do Conselho Regional de Contabilidade de Minas Gerais.

Como fazer a declaração pré-preenchida

São duas as formas de realizar a declaração: por meio do Programa Gerador de Declaração (PGD), ou no ambiente “Meu Imposto de Renda”, acessível pelo portal da Receita Federal, pelo e-CAC e pelo aplicativo (iOS | Android). O preenchimento pode ser realizado em múltiplas plataformas, podendo o contribuinte começar, por exemplo, no e-CAC e terminar no aplicativo.

Ao acessar o e-CAC com sua conta gov.br, se ela estiver no nível prata ou ouro, encontre o sistema Meu Imposto de Renda. Depois, clique em Preencher Declaração Online e, então, em Iniciar com a Declaração Pré-preenchida 2021.

Como ter conta ouro ou prata no gov.br para realizar a declaração pré-preenchida

O gov.br é uma plataforma de unificação dos canais digitais do Governo Federal. Por meio de login com CPF e senha, a pessoa tem acesso a centenas de serviços e documentos. Os níveis dependem do grau de validação dos dados do cidadão. Quanto maior a segurança da validação dos dados da pessoa, maior o nível da conta.

  • Nível bronze: é a primeira conta criada pelo contribuinte com o preenchimento do cadastro via formulário online para validação dos dados na Receita Federal ou INSS.
  • Nível prata: quando o usuário faz o reconhecimento facial pelo aplicativo gov.br (iOS | Android) para conferência da sua foto nas bases da Carteira de Habilitação (CNH) pela Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran), pelo serviço Balcão Presencial INSS ou realiza a validação dos seus dados via internet banking de um banco credenciado.
  • Nível ouro: quando a pessoa faz o reconhecimento facial pelo aplicativo gov.br para conferência da sua foto nas bases da Justiça Eleitoral ou realiza a validação dos seus dados com certificado digital compatível com o ICP-Brasil.

A conta para acesso ao gov.br pode ser criada aqui. O Canaltech tem um passo a passo para você aumentar o nível de seu perfil. O prazo de envio da Declaração do IRPF 2022 começou no dia 7 de março e vai até o dia 31 de maio. A estimativa da Receita Federal é receber 34,1 milhões de declaração neste ano.

Fonte: Jornal Nacional, Governo Federal  



Veja mais