greve-generalizada:-rodoviarios-de-oito-cidades-podem-parar-no-domingo

Greve generalizada: rodoviários de oito cidades podem parar no domingo

Greve generalizada: rodoviários de oito cidades podem parar no domingo

Mesmo que a paralização dos rodoviários de Belo Horizonte tenha durado apenas dois dias, trabalhadores da classe, que atuam em oito cidades da grande BH podem seguir os mesmo passados e iniciar uma greve. Nesta terça-feira (23), em assembleia do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários da Região Metropolitana de Belo Horizonte (STRRMBH), ele recusaram a proposta de ajuste salarial e de benefícios oferecida pelo sindicato das empresas.

[links]

Dessa maneira, os funcionários anunciaram que estão em estado de greve e uma paralisação pode começar a partir do próximo domingo (28). De acordo com o secretário-geral do STRRMBH, Webert de Paula Agostinho, a proposta oferecida pelas empresas não atende ao que é reivindicado pela categoria.

“A proposta foi de aumento de 5% no salário em janeiro, mais 4% em março. Mais 5% de aumento no ticket refeição retroativo a outubro, com mais 4% em janeiro, além de aumento de 15% no adicional suplementar em janeiro com mais 5% em março”, disse o dirigente sindical em entrevista ao jornal O Tempo. 

O que os trabalhadores pedem é o aumento no salário e no vale refeição com base no valor do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) somado com mais 6%. Já no adicional complementar, que é o valor pago aos motoristas para também atuam como cobradores, a proposta da categoria é de aumento de 20%.

Os trabalhadores rodoviários voltam a se reunir com o sindicato que representa as empresas na manhã desta quinta-feira (25). Caso não haja acordo, a greve pode ser iniciada no domingo. Se isso acontecer, os usuários de transporte público em Sabará; Pedro Leopoldo; Ribeirão das Neves; Santa Luzia; Lagoa Santa; Confins; São José da Lapa; e Vespasiano serão prejudicados.

“Se der impasse, nós vamos para o Tribunal Regional do Trabalho (TRT-MG) e podemos comunicar todos os órgãos competentes da greve, respeitando o prazo de 72 horas para poder iniciar. Se ocorrer, a greve começaria na meia-noite de domingo para segunda-feira”, pontuou o líder sindical Webert de Paula Agostinho.

O post Greve generalizada: rodoviários de oito cidades podem parar no domingo apareceu primeiro em DeFato Online.