Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

George Perez: famoso artista da DC e Marvel morre aos 67 anos


George Pérez, icônico artista com mais de 40 anos de carreira prestada às editoras DC e Marvel, morreu na sexta-feira (6) aos 67 anos como consequência de um câncer terminal no pâncreas. O quadrinhista havia anunciado em dezembro que a doença estava em estágio 3 inoperável, e que só teria entre seis meses e um ano de vida restantes.

Perez, responsável por fases marcantes nas HQs dos Novos Titãs, Vingadores, Liga da Justiça e Mulher-Maravilha — onde também assinou os roteiros — é reverenciado em toda a comunidade de quadrinhos. As redes sociais do artista divulgaram no sábado (7) que ele faleceu em casa, “em paz” ao lado de sua esposa e família, “sem dores”.

Após o anúncio de Perez sobre sua expectativa, Marvel e DC adiantaram suas homenagens. Em março, saiu nos EUA uma nova edição da LJA/Vingadores, crossover lançado pela Marvel e DC em 2003 e agora distribuído pela Diamond Comics.

Na recente HQ Avengers nº 55, recém-lançada nos EUA, a Marvel reeditou uma página desenhada por Pérez há alguns anos para homenagear o quadrinhista. Além disso, a DC planeja uma série de capas variantes para a saga Dark Crisis em julho, quando o criador faria aniversário. Nomes como Jim Lee, Dave Gibbons, Todd McFarlane, Walt Simonson e Alex Ross participam da arte conjunta, tentando emular o traço detalhado de Perez.

Homenagem da DC a George Perez (Imagem: Reprodução/DC)

Quem é George Perez

Nascido em Nova York e filho de portorriquenhos, George Perez começou a carreira de artista na Marvel em 1974, ao desenhar duas páginas de uma sátira ao herói Deathlok. Depois ele e Bill Mantlo co-criaram o Tigre Branco, o primeiro super-herói porto-riquenho dos quadrinhos. Na segunda metade dos anos 70, desenhou a HQ dos Vingadores. A Saga de Korvac foi um de seus pontos altos.

Ele se destacou mais quando migrou para a DC; em 1980 recriou os Novos Titãs com o escritor Marv Wolfman, tornando a série um sucesso de vendas; o artista permaneceu na série por quatro anos. EM 1985, a dupla assinou Crise nas Infinitas Terras, principal megassaga da história da editora; Perez ainda teria uma passagem marcante assinando arte e roteiros do reboot da Mulher-Maravilha, fase que inspirou a cineasta Patty Jenkins no segundo filme da heroína, de 2020.

Nos anos 90, voltou para a Marvel e desenhou parte de Desafio Infinito, o primeiro de várias sagas onde todos os heróis da editora se unem contra Thanos, que inspirou os filmes recentes dos Vingadores. Ele também desenhou Hulk: Futuro Imperfeito e voltou a ilustrar os Vingadores em 1997. Nos anos 2000, finalmente cumpriu o sonho de trabalhar numa história com a Liga da Justiça e os Vingadores, união na qual ele foi escalado inicialmente em 1983 mas que foi abortada pelas editoras.



Veja mais