Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Fundos imobiliários de tijolo despontam entre maiores altas da sessão; veja destaques – Money Times

IRB (IRBR3) perde R$ 1,70 do preço-alvo do Safra com recuperação cada vez mais atrasada – Money Times


Fundos imobiliários encerram sessão desta terça-feira em queda (Imagem: Pixabay / Rafael Neddermeyer)

O Ifix, índice de referência da indústria de fundos imobiliários (FIIs), encerrou a sessão desta terça-feira (14) com queda de 0,05%, aos 2.801 pontos. O indicador operava com tendência de alta pela manhã, mas perdeu força ao longo do dia.

Por outro lado, os fundos de tijolo, investimentos com foco em imóveis propriamente ditos – como escritórios e galpões, por exemplo –, foram o destaque do pregão, ocupando quatro das cinco maiores elevações do dia.

O RBR Properties (RBRP11), fundo de escritório, foi o que registrou a maior elevação entre os quatro, com ganho de 1,46%. Do outro lado do ranking, o fundo de fundos Kinea (KFOF11) apurou o pior desempenho, com queda de 2,29%.

Confira as maiores altas desta terça-feira:

Fundos Ticker Setor Variação diária
RBR Properties RBRP11 Escritórios 1,46%
Votorantim Logística VTLT11 Galpões 1,40%
XP Malls XPML11 Shoppings 1,33%
Vinci Shopping Centers VISC11 Shoppings 1,29%
Polo Recebíveis Imobiliários PORD11 CRIs 1,27%

Confira as maiores baixas desta terça-feira:

Fundos Ticker Setor Variação diária
Kinea FoF KFOF11 Fundos de fundos -2,29%
BTG Pactual Terras Agricolas BTRA11 Agro -2,04%
Brazilian Graveyard Death Care CARE11 Funerário -1,88%
HSI Logística HSLG11 Galpões -1,60%
Rio Bravo Renda Corporativa RCRB11 Escritórios -1,53%

Siga o Money Times no Facebook!

Curta nossa página no Facebook e conecte-se com jornalistas e leitores do Money Times. Nosso time traz as discussões mais importantes do dia e você participa das conversas sobre as notícias e análises de tudo o que acontece no Brasil e no mundo. Siga agora a página do Money Times no Facebook!

Disclaimer

Money Times publica matérias informativas, de caráter jornalístico. Essa publicação não constitui uma recomendação de investimento.



Continue Lendo