Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Europa suspende obrigatoriedade do uso de máscara em voos


Nesta quarta-feira (11), a Europa suspendeu a obrigatoriedade do uso de máscara em voos. O anúncio oficial foi feito pela Agência de Segurança da Aviação da União Europeia (EASA) e pelo Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças (ECDC), e as novas diretrizes entram em vigor a partir da próxima segunda-feira (16).

Embora os próprios órgãos reconheçam que a máscara facial ainda é uma das melhores proteções contra a transmissão da covid-19, levaram em conta os mais recentes desenvolvimentos da pandemia, em particular os níveis de vacinação e imunidade naturalmente adquirida pela população europeia.

Além das mudanças em relação às máscaras, as recomendações da EASA e do ECDC incluem flexibilização das medidas nas operações das companhias aéreas, sob a premissa de aliviar a carga da indústria e alcançar as medidas apropriadas.

“Os passageiros devem continuar a cumprir os requisitos da sua companhia aérea e, quando as medidas preventivas forem opcionais, tomar decisões responsáveis ​​e respeitar a escolha dos outros passageiros. Passageiros com tosses e espirros devem considerar o uso de uma máscara facial, para tranquilizar os que estão sentados nas proximidades”, anunciou o diretor executivo da EASA, Patrick Ky.

Europa suspende obrigatoriedade do uso de máscara em voos (Imagem: Camila Perez/Unsplash)

Por sua vez, a diretora do ECDC, Andrea Ammon, ressaltou a importância de se manter ciente de que, o distanciamento físico e a higiene das mãos continuam como métodos eficazes para reduzir a transmissão. “Embora os riscos permaneçam, vimos que as intervenções não farmacêuticas e as vacinas permitiram que nossas vidas começassem a voltar ao normal. As regras e exigências dos Estados de partida e destino devem ser respeitadas e aplicadas de forma consistente”, afirmou.

Mas mesmo depois que a novidade entrar em vigor, as regras para máscaras continuam a variar de acordo com a companhia aérea. Isso quer dizer que voos para um destino onde o item ainda é obrigatório devem continuar com o uso de máscaras.

Por fim, as autoridades da Europa afirmam que os passageiros vulneráveis precisam continuar usando máscara, e todos devem observar medidas de distanciamento em áreas internas, inclusive no aeroporto, sempre que possível.

Fonte: European Center for Disease Prevention and Control



Veja mais