Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Escolha ou Morra | Conheça o novo filme de terror da Netflix


A ideia de um jogo que invade a vida real não é necessariamente nada muito novo. Essa brincadeira com os limites da realidade é algo que sempre aparece quando o assunto são videogames e até mesmo o analógico Jumanji explorou muito bem o conceito há quase três décadas. Contudo, o que Escolha ou Morra faz é partir dessa premissa bastante conhecida e adicionar boas doses de terror para trazer algo novo.

O novo filme da Netflix chega à plataforma no dia 15 de abril misturando uma série de elementos que fazem com que a aposta tenha tudo para dar certo. A ideia de unir esse imaginário bastante familiar com essa abordagem mais voltada para o horror com pitadas de gore faz da produção um misto de Jumanji com Jogos Mortais que merece, no mínimo, a sua curiosidade.

De quebra, a plataforma ainda apostou em um elenco jovem e que está em alta. Com Iola Evans (The 100) e Asa Butterfield (Sex Education) no elenco principal, o filme chega com um apelo enorme entre o público mais jovem.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Mas, deixando tudo isso de lado, qual é a história por trás de Escolha ou Morra?

Jogo amaldiçoado

A premissa do novo filme da Netflix é bastante simples e parte da ideia de um jogo amaldiçoado, muito dinheiro e dois jovens quebrados e desesperados. Assim, temos a programadora Kayla (Evans) sendo demitida e precisando de grana para pagar suas contas cada vez mais atrasadas até que encontra o que parece ser a solução para seus problemas: um velho jogo dos anos 1980 que prometia pagar US$ 100 mil para quem o vencesse que nunca teve alguém que chegasse até a última fase.

Ignorando o absurdo de que uma empresa obscura seguiria esperando por quase 40 anos para pagar alguém, ela e o amigo (Butterfield) decidem apostar nesta chance e iniciar esse estranho game. Contudo, eles começam a perceber que os desafios propostos pelo jogo parecem estar afetando a própria realidade e de uma forma bem cruel — e é tarde demais para desistir.

Filme é uma mistura de Jumanji com Jogos Mortais (Imagem: Divulgação/Netflix)

Basicamente, o tal game libera uma maldição que mexe com o mundo e as pessoas à volta dos jogadores. E é aí que o título do filme passa a fazer todo o sentido: o jogador precisa fazer escolhas para avançar e cada decisão vai afetar de forma bastante aterrorizante as pessoas próximas, colocando inclusive a vida delas em risco.

O próprio trailer já dá uma pequena demonstração das escolhas que os jogadores terão que tomar. Entre arrancar uma mão ou um pé até controlar uma garçonete para saber se ela vai seguir destruindo todos os copos do restaurante ou limpar os cacos com a boca, não existe saída fácil. E, pelo visto, quanto mais os amaldiçoados sofrem, mais o jogador se beneficia disso.

E é aí que mora o terror gore de Escolha ou Morra. Recuperando algumas ideias de outros filmes e contos do gênero, ele atualiza esse conceito de forma bem interessante para mostrar que o absurdo e a ganância nunca saem de moda.

Ideia de jogo amaldiçoado que mexe com a realidade não é nova, mas ainda parece promissora (Imagem: Divulgação/Netflix)

É claro que esse é só o começo e que mais mistérios começam a aparecer, principalmente quando a dupla de protagonistas precisa descobrir a verdade por trás do jogo — e de seu criador — para encontrar uma forma de escapar dessa maldição e evitar mais mortes e torturas.

Já para os fãs de terror mais clássico, Escolha ou Morra tem um outro atrativo: além dos jovens atores, o elenco ainda traz ninguém menos do que Robert Englund, o Freddy Krueger em pessoa para deixar as coisas ainda mais interessantes.

Fique ligado: Escolha ou Morra é um dos filmes imperdíveis de abril na enorme lista de lançamentos da Netflix e estreia no dia 15 de abril no streaming.



Veja mais