edital IMINENTE, serão 6 mil vagas

Concurso Funsaúde CE (Fundação Regional de Saúde do Ceará) será organizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Edital será publicado ainda em junho de 2021.

O primeiro concurso Funsaúde CE (Fundação Regional de Saúde do Ceará) deve ter edital publicado provavelmente no dia 25 de junho. O anuncio foi dado pelo governador do Ceará, Camilo Santana, por meio de sua rede social.

“Anunciei há pouco o concurso para a Fundação de Saúde do Ceará. Serão 6 mil vagas, distribuídas entre especialidades médicas, área assistencial e setor administrativo. O edital tem previsão de ser publicado amanhã no Diário Oficial do Estado [25 de junho de 2021]”, disse o governador.

De acordo com a dispensa de licitação nº 04/2021, anunciada em maio, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) será a empresa responsável por cuidar de todas as etapas do certame.

Situação atual do concurso Funsaúde CE

O governador Camilo Santana também anunciou no seu Instagram as datas de inscrição: “ocorrerão entre 5 de julho e 12 de agosto [de 2021]”.

Ou seja, está tudo pronto para a publicação do novo edital, que tem previsão de sair na imprensa oficial do Ceará, no dia 25 de junho de 2021. “Não temos medido esforços para ampliar e qualificar cada vez mais a área da saúde do nosso estado”, completou o governador. 

A iniciativa ofertará 6 mil vagas. Camilo Santana afirmou em outra oportunidade que o certame deverá contemplar as cinco macrorregiões do estado.

A Lei prevê que a Fundação de Saúde prestará serviço ao poder público por contrato, mas não será mantida pelo estado. Sendo assim, o órgão poderá captar outros recursos financeiros.

Confira o documento de criação da Funsaúde CE:

Os profissionais deverão ser contratados por meio de um certame com provas e títulos. Mais detalhes sobre as etapas serão liberados a partir do lançamento dos editais de abertura.

Sobre a Funsaúde

Com prazo de duração indeterminado, a Fundação Regional de Saúde do Ceará (Funsaúde) foi criada por meio da Lei de nº 17.186/2020. De acordo com a norma, o órgão tem sede e foro na cidade de Fortaleza. A Funsaúde também poderá contar com unidades de representação no território estadual, bem como participar de outras entidades. 

Em linhas gerais, a fundação tem o objetivo de desenvolver ações/serviços estaduais no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), apoiando municípios e consórcios públicos de saúde. Confira outras atribuições relacionadas com a Funsaúde:

  1. Prestar serviços de saúde à população em todos os níveis de complexidade próprios do Estado;
  2. Prestar apoio aos municípios e consórcios públicos de saúde em serviços de assistência à saúde de âmbito regional;
  3. Desenvolver programas de educação permanente de forma regional para os profissionais de saúde do SUS;
  4. Coordenar as atividades regionais da central de regulação assistencial;
  5. Monitorar o cumprimento dos indicadores regionais e dos resultados qualitativos dos serviços regionais de saúde no âmbito do SUS;
  6. Prestar apoio administrativo e operativo às Comissões Intergestores Regional –CIR – para o alcance de melhoria em sua governança interfederativa regional;
  7. Desenvolver atividades de caráter científico e tecnológico, desenvolvimento de produtos, serviços e processos na área da saúde;
  8. Exercer outras atividades inerentes às suas finalidades, nos termos do seu estatuto social.

Os empregados estarão sujeitos ao regime jurídico da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), além da legislação complementar e aos regulamentos internos do órgão. Todos os contratos serão feitos a partir de aprovações no concurso Funsaúde. 

“Os requisitos para o provimento dos empregos, do exercício de funções e cargos e respectivos salários serão fixados em Plano de Cargos e Salários e Plano de Funções”, determinou o regulamento da fundação.

Bruno Destéfano

Redator

Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem “Insurgência – Crônicas de Repressão”. Atualmente, trabalha como redator web no site “Concursos no Brasil” e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Continuar Lendo