Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Devastação do IBOV arrasta frigoríficos e sucroenergéticas entre as principais ações do agro – Money Times

Brasileiros adiam consultas médicas e compras para sobreviver à crise – Money Times


Empresas de bovinos listadas na B3 sentem maiores queda junto com IBOV (Imagem: Reuters/Paulo Whitaker)

Na onda devastadora do Ibovespa (IBOV), que vai dormir no fim de semana abaixo de 100 mil pontos, entre as ações de empresas do agronegócio com maior peso no índice algumas das principais baixas são as dos frigoríficos de bovinos e das sucroenergéticas.

Estas segundas nem mesmo aproveitam a alta da gasolina dada pela Petrobras (PETR4), que pode elevar os preços do etanol e equilibrar com a redução esperada quando entrar em vigor a equalização do ICMS em 17% entre os estados.

Às 16h15, JBS (JBSS3) perdia 2,44%, a R$ 32,41, Marfrig (MRFG3) 3,44%, a R$ 13,21, e Minerva (BEEF3) 3,38%, a R$ 12,57.

Raízen (RAIZ4) e Cosan (CSAN3), respectivamente menores 2,73%/R$ 4,980 e 2,19%/R$ 18,35, estavam entre os principais recuos entre as companhias listadas do setor de açúcar e etanol.

Siga o Money Times no Facebook!

Curta nossa página no Facebook e conecte-se com jornalistas e leitores do Money Times. Nosso time traz as discussões mais importantes do dia e você participa das conversas sobre as notícias e análises de tudo o que acontece no Brasil e no mundo. Siga agora a página do Money Times no Facebook! 



Continue Lendo