Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Desmatamento da Amazônia no 1º trimestre do ano atinge novo recorde


O desmatamento na Amazônia atingiu um novo recorde para o primeiro trimestre de 2022 em comparação ao mesmo período do ano passado. Dados de satélite do sistema de alertas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), o DETER, apontam uma área desmatada de 941 km quadrados.

A marca é a maior registrada desde que o DETER começou a monitorar a destruição da floresta tropical em 2015. A área desmatada é quase do tamanho do estado do Mato Grosso, que tem pouco mais de 903 km quadrados.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Os dados também revelam uma diminuição de 15% do desmatamento no mês de março, em comparação ao ano anterior, mas isso está longe de ser algo significativo diante do crescente desmatamento da maior floresta tropical do mundo nos últimos anos.

Desde que Jair Bolsonaro assumiu a presidência, em 2019, o desmatamento médio anual do Brasil subiu 75% em relação à década anterior. A maior parte da destruição é liderada, principalmente, pela agricultura brasileira — maior exportadora de soja e carne bovina — e a mineração.

A Amazônia segue ainda mais ameaçada pelas queimadas associadas ao desmatamento (Imagem: Reprodução/Victor Moriyama/Amazônia em Chamas/Greenpeace)

Além de ameaçar uma das maiores biodiversidades do mundo, o desmatamento da Amazônia contribui para o aquecimento global, uma vez parte da destruição da floresta é acompanhada de queimadas — que lançam gás carbônico, um dos principais gases de efeito estufa, na atmosfera.

Vale lembrar que no ano passado a Amazônia registrou o maior desmatamento da década passada, com um aumento de 20% em relação a 2020, segundo levantamento feito pelo Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon).

Fonte: Via Phys.org

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.





Veja mais