Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Dell, Apple e Netflix são processadas na Rússia por suspensão de serviço


A Dell teve US$ 11 milhões (R$ 55,57 milhões, na cotação atual) confiscados por um tribunal de arbitragem de Moscou por consequência da interrupção de serviços a Talmer, uma integradora de sistemas locais. O processo ocorreu pela Dell seguir as sanções impostas à Rússia internacionalmente por conta do conflito com a Ucrânia.

Segundo o contrato entre às duas empresas, a Dell, que na Rússia representa também a firma de soluções em nuvem VMware, deveria fornecer os serviços de suporte contratados pela Talmer — porém eles foram interrompidos em primeiro de março, por decorrência do conflito no leste europeu, mesmo com a integradora russa tendo pago antecipadamente pelos serviços.

A Talmer então, entrou com ação no tribunal de arbitragem de Moscou, que gerou o confisco de US$ 11 milhões para a Dell — que encarou a recusa da empresa em procurar métodos alternativos de fornecer os serviços, mesmo em meio a pressão popular internacional por conta do conflito, além da não devolução dos pagamentos antecipados pela situação, como quebra de contrato.

A Dell ainda pode recorrer da decisão, dentro de um mês, mas até o momento a empresa não emitiu declaração oficial sobre a situação.

Outras empresas também foram processadas

Netflix é outra empresa processada na Rússia por conta da suspensão de serviços no país. (Imagem: Divulgação/Netflix)

A Dell não foi a única empresa a sofrer com processos em território russo após a interrupção de serviços. No final de abril, a Apple enfrentou uma questão semelhante após um escritório de advocacia russo ter entrado com uma ação contra a gigante da tecnologia pela suspensão do serviço da plataforma de pagamentos Apple Pay, pedindo indenização de US$ 1,3 milhão (R$ 6,69 milhões).

O mesmo escritório também entrou com uma ação coletiva contra a Netflix em abril, com exigência de pagamento de uma indenização de US$ 860 mil (R$ 4,42 milhões) também pela interrupção de serviços pagos pelos assinantes na Rússia — mostrando que no cenário das sanções contra a nação russa, a movimentação de empresas para sair do país pode ser algo com mais consequências que o esperado por elas.

Fonte: BleepingComputer

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.



Veja mais