contingentes-e-nao-vacinados-preocupa-prefeitura-de-salvador

Contingentes e não vacinados preocupa Prefeitura de Salvador

Foto: Reuters/Michael Weber/Imago Imagens/Direitos reservados

Dez meses após o início da campanha de vacinação da Covid-19 em Salvador, o número de pessoas não vacinadas chamou a atenção da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e acendeu um alerta vermelho: entre as pessoas com 12 anos ou mais elegíveis para a vacinação, mais de 70 mil ainda não compareceram aos postos para iniciar o ciclo de vacinação. 

O Secretário Municipal da Saúde, Leo Prates, afirmou que os números são alarmantes e apela para que as pessoas busquem o imunizante o quanto antes, para evitar uma nova onda da doença na cidade.

“Este é um número que muito nos preocupa, e é um cenário que já estamos acompanhando na Europa, chamado de ‘pandemia dos não vacinados’. Na Alemanha, França, Dinamarca e Áustria, por exemplo, o aumento do número de casos, internações e mortes, atualmente, são de pessoas que não se vacinaram contra o vírus, e não queremos isso em Salvador. Por isso estamos fazendo um forte apelo para população comparecer ao ponto de imunização”, destacou Prates.

Além dos serviços de pré-reserva, vacinações domiciliares e escolares e vacinas itinerantes, a Prefeitura de Salvador oferece dezenas de locais de imunização todos os dias para garantir a todas as doses da vacina (primeira, segunda e terceira).

Alertas também são enviados por meio de mensagens no WhatsApp, conscientizando para a importância de iniciar e encerrar o ciclo de vacinação e reforçar a dose.

Prates finalizou explicando que: “Estamos nos esforçando ao máximo, de segunda a sábado, para garantir esse direito da população, mas precisamos contar com a conscientização dessas mesmas pessoas que estão sendo beneficiadas”.

O post Contingentes e não vacinados preocupa Prefeitura de Salvador apareceu primeiro em Jornal Contábil – Contabilidade, MEI , crédito, INSS, Receita Federal.