Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Confira os destaque da semana – Money Times

IRB (IRBR3) perde R$ 1,70 do preço-alvo do Safra com recuperação cada vez mais atrasada – Money Times


Confira as 5 matérias mais lidas nesta semana nas editorias de FIIs e Imóveis (Imagem: USP Imagens/Marcos Santos)

Mesmo com o feriado de Corpus Christi, na quinta-feira (16), o mercado financeiro seguiu agitado ao longo da semana. No setor imobiliário, não foi diferente.

Uma pesquisa realizada pelo portal imobiliário Imovelweb estimou o tempo médio que uma pessoa leva para recuperar o dinheiro investido em imóvel de aluguel. Além disso, um fundo imobiliário foi notificado em quase R$ 25 milhões pela Receita Federal.

Confira abaixo as cinco reportagens mais lidas nesta semana nas editorias de FIIs e Imóveis.

5º Lugar: Veja os fundos imobiliários mais recomendados para junho entre 16 corretoras

Bresco Logística (BRCO11) é o fundo imobiliário (FII) campeão de recomendações de compra pelo quarto mês consecutivo, conforme mostra o levantamento feito pelo Money Times com base nos portfólios de 16 corretoras.

Leia mais

4º Lugar: Banco do Brasil (BBAS3) vende quase 3 mil imóveis com até 70% de desconto

Banco do Brasil (BBAS3) disponibiliza 2,9 mil imóveis para venda direta ou via leilão durante o mês de junho. Com descontos de até 70% sobre o valor de mercado, as unidades podem ser adquiridas no portal Seu Imóvel BB.

Leia mais

🏆 3º Lugar: Quem compra imóvel para ganhar com aluguel leva 18 anos para recuperar investimento; entenda

mercado imobiliário segue ocupando lugar de preferência entre os investidores brasileiros. Segundo último levantamento da Anbima, o segmento aparece atrás apenas da caderneta de poupança e dos fundos de investimentos.

No entanto, a tradicional estratégia de comprar um imóvel para recuperar o dinheiro com o aluguel pode demorar cerca de 18 anos. Isso porque a taxa de rentabilidade da locação residencial é de 5,58% ao ano.

Leia mais

🏆 2º Lugar: Fundo imobiliário é notificado a pagar quase R$ 25 milhões em impostos; entenda

Receita Federal alega que o fundo imobiliário Centro Têxtil Internacional (CTXT11) possui débito de quase R$ 25 milhões em tributos, juros e multas. Isso porque, no entendimento do órgão, o fundo deve ser tributado como uma pessoa jurídica, com base na Lei 9.779/99.

No momento, o processo encontra-se em fase inicial – o CTXT11 recebeu o auto de infração na quinta-feira (9) –, cabendo recurso na própria Receita Federal e ainda nos tribunais de justiça.

Leia mais

🏆 1º Lugar: Ganhando com a inflação: Fundo imobiliário realiza sua maior distribuição de dividendos

O fundo imobiliário (FII) Vectis Juros Real (VCJR11) realizou a maior distribuição de dividendos de sua história neste mês. O fundo pagou R$ 1,75 por cota para seus investidores na última segunda-feira (13), o que representa rentabilidade líquida de 173% do CDI, sobre a cota de fechamento de 31 de maio.

A quantia também representa um retorno do dividendo, ou dividend yield (DY), de 1,77% para o mês de maio, o que faz do fundo o quarto maior pagador de provento do período, segundo dados compilados pelo Clube FII. Já nos últimos 12 meses, o DIY ficou em 14,98%.

Leia mais

Siga o Money Times no Facebook!

Curta nossa página no Facebook e conecte-se com jornalistas e leitores do Money Times. Nosso time traz as discussões mais importantes do dia e você participa das conversas sobre as notícias e análises de tudo o que acontece no Brasil e no mundo. Siga agora a página do Money Times no Facebook!

Disclaimer

Money Times publica matérias informativas, de caráter jornalístico. Essa publicação não constitui uma recomendação de investimento.



Continue Lendo