Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Como pode ser o radical Gustavo Petro na presidência da Colômbia – Money Times

Como pode ser o radical Gustavo Petro na presidência da Colômbia – Money Times


Alguns de seus planos serão relativamente simples de implementar, como demitir a direção da petrolífera estatal colombiana (Imagem: REUTERS/Luisa Gonzalez)

Investidores na Colômbia tentam estimar quão radical um governo liderado por Gustavo Petro será quando ele tomar posse como presidente em agosto.

O peso e os títulos do país devem cair na terça-feira, quando os mercados reabrirem após um feriado, depois que Petro venceu as eleições presidenciais de 19 de junho.

Alguns de seus planos serão relativamente simples de implementar, como demitir a direção da petrolífera estatal colombiana.

Outras propostas, como taxar proprietários de terras ricos e declarar estado de emergência econômica, serão restringidas por instituições poderosas como o congresso e o tribunal constitucional do país.

Gustavo Petro, o presidente eleito da Colômbia, fala durante um comício.

Embora as coisas possam ficar difíceis para os mercados financeiros na Colômbia sob Petro, poucos investidores apostam que o país seguirá o caminho da vizinha Venezuela em direção à hiperinflação, apropriações generalizadas e calote.

Aqui estão algumas das principais propostas de Petro para a economia:

Petróleo e Gás

Petro prometeu parar de conceder novos contratos de exploração de petróleo e gás natural. Se a Colômbia continuar produzindo o petróleo que já está perfurando, terá 12 anos para administrar a transição para uma economia baseada em energia limpa, disse ele em entrevista em janeiro.

Como presidente, Petro teria o poder de não conceder novas licenças de exploração, mas ainda teria que honrar as licenças existentes.

Petroléo
O petróleo bruto é a maior exportação da Colômbia, e a Ecopetrol responde por 60% a 70% da produção de petróleo e gás do país (Imagem: Stéferson Faria/Agência Petrobras)

A maioria dos produtores de petróleo e gás na Colômbia tem licenças de exploração suficientes para continuar perfurando nos próximos quatro anos, de acordo com Charle Gamba, CEO da Canacol Energy, que produz gás natural no país.

Ecopetrol

Petro quer transformar a Ecopetrol, a maior empresa da Colômbia, em uma produtora de energia eólica e solar.

Em uma entrevista no mês passado, ele disse que planeja demitir a maior parte do conselho da empresa. Como a empresa é 88,5% de propriedade do estado, há pouco que o impeça de fazer isso.

O petróleo bruto é a maior exportação da Colômbia, e a Ecopetrol responde por 60% a 70% da produção de petróleo e gás do país.

Banco Central

Petro disse no mês passado que o banco central precisa ser administrado por economistas com uma gama mais ampla de opiniões e criticou os recentes aumentos das taxas de juros.

Na metade de seu mandato de quatro anos, Petro poderá nomear dois novos diretores. Contando com sua escolha para ministro das finanças, ele poderá nomear três dos sete membros do conselho.

Petro diz que vai nomear “pessoas com experiência em produção”, que podem mover a política monetária para aumentar a produção e o emprego, bem como proteger a estabilidade macroeconômica e de preços. Ele diz que o mandato do banco o obriga a buscar “justiça social”, bem como preços estáveis, preocupando alguns investidores de títulos que temem um enfraquecimento de suas credenciais de combate à inflação.

O entendimento do banco sobre a constituição é que seu único mandato é a estabilidade de preços, mas que a atual meta de inflação de 3% é consistente com outros objetivos, incluindo “crescimento sustentável no médio prazo”, disse Carolina Soto, ex-diretora do banco central.

Reformar a instituição seria extremamente difícil, pois sua estrutura e funções estão previstas na constituição, que não pode ser facilmente modificada.

Estado de emergência

Petro diz que quer declarar um estado de “emergência econômica” que lhe permitiria contornar o funcionamento normal do Congresso e governar por decreto.

Ele disse que a “catástrofe social” da fome generalizada justifica tal movimento.

O tribunal constitucional do país dificilmente aceitaria o argumento de Petro de que a fome justifica a decisão por decreto e não pelo Congresso. Isso significa que eles “certamente” invalidariam seus decretos, disse José Gregorio Hernandez, ex-presidente do tribunal.

Dívida

Como prefeito de Bogotá de 2012 a 2015, Petro presidiu uma modesta queda no endividamento da cidade. A Fitch Ratings elevou a classificação de crédito de Bogotá em um grau enquanto ele estava no cargo, depois que elevou a nota soberano da Colômbia, e elogiou o “bom desempenho financeiro” da cidade e a “política de dívida conservadora”.

No entanto, o custo de proteger a dívida da Colômbia contra calote com swaps, um indicador de percepção de risco, quase dobrou no ano passado com a vitória de Petro nas pesquisas.

Pensões

Petro quer avançar para um sistema previdenciário predominantemente público e expandir a cobertura para pessoas que não fizeram contribuições. Para fazer isso, precisará submeter a proposta a várias votações no Congresso, onde não tem maioria.

Entre para o nosso Telegram!

Faça parte do grupo do Money Times no Telegram. Você acessa as notícias em tempo real e ainda pode participar de discussões relacionadas aos principais temas do Brasil e mundo. Entre agora para o nosso grupo no Telegram!



Continue Lendo