Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Como implementar estratégias de vendas no seu negócio?


Quais estratégias de vendas você adota na sua empresa? Ter um planejamento claro e contar com indicadores precisos para medir a performance das suas vendas é fundamental para o progresso do negócio e manter o crescimento orgânico.

As estratégias de vendas são importantes para empresas de todos os tamanhos, e você precisa ter isso em mente se quiser aumentar sua rentabilidade e conquistar clientes.

No post de hoje, vamos explicar o que são estratégias de vendas, por que elas são importantes para o seu negócio e como você pode implementá-las no dia a dia do seu time de vendas. Quer saber mais sobre o assunto? Então, vem ler!

O que são estratégias de vendas?

As estratégias de vendas são as ações que você toma no seu negócio com o objetivo de melhorar a sua performance de vendas e estimular os clientes a comprarem de você e não do concorrente.

Quando falamos em estratégias de vendas, estamos falando tanto dos segmentos B2B (ou seja, empresas que vendem seus produtos e serviços para outras empresas), como dos segmentos B2C (ou seja, empresas que vendem seus produtos e serviços para os consumidores finais).

Na prática, toda estratégia de vendas envolve pessoas, mesmo quando falamos em B2B, afinal, as pessoas estão representando as empresas nas negociações.

Assim, não importa em qual setor o seu negócio atua, é fundamental ter estratégias de vendas bem planejadas, que priorizem o relacionamento com os clientes e busquem o melhor do time.

Mas qual a importância de contar com estratégias de vendas no seu negócio? É o que vamos ver a seguir. Confira!

Por que as estratégias de vendas são importantes?

Separamos 3 motivos para você implementar estratégias de vendas na sua empresa e colher excelentes resultados!

Aumento das vendas

É claro que um dos objetivos centrais dessas estratégias é o aumento de vendas, um dos seus principais benefícios.

O aumento de vendas impacta diretamente na rentabilidade dos negócios e permite que o seu negócio cresça organicamente, o que é importante para a sobrevivência da sua marca no mercado.

Além disso, o aumento das vendas pode significar tanto maior fidelização de clientes, quanto ampliação do seu público. No primeiro caso, ter clientes fidelizados é importante para otimizar o processo de recomendação, ou seja, esses consumidores satisfeitos com os seus produtos ou serviços indicam a sua empresa para outros conhecidos. Assim, chegamos no segundo aspecto, a ampliação do público, que pode ser resultado desse processo de recomendação ou de determinadas ações de marketing e vendas com esse objetivo.

Potencialização dos lucros

O aumento de vendas, quando os seus preços estão alinhados aos objetivos do negócio, pode expandir os seus lucros. Mas é preciso garantir a precificação correta dos produtos, garantindo que os custos de produção não superem o valor cobrado pelos itens vendidos.

A ideia é que o volume de lucros acompanhe o volume de vendas. Além disso, estratégias específicas, focadas, por exemplo, em determinada data comemorativa, também podem maximizar seus lucros em um curto espaço de tempo. A partir disso, você tem mais insumos para investir na ampliação do seu negócio, contratar mais pessoas para o seu time, realizar reformas e investir mais em ações de marketing.

Assim, as estratégias de vendas são grandes aliadas da saúde financeira da sua empresa e não devem ser negligenciadas. Você precisa considerá-las desde o planejamento financeiro até o momento de pós-venda.

Aliás, essa etapa depois da venda é fundamental para manter os seus clientes fidelizados e sempre comprando de você, o que, consequentemente, vai aumentar os seus lucros, recomeçando o ciclo.

Redução de custos

Sabia que as estratégias de vendas podem gerar redução de custos para a sua empresa? Isso mesmo. Quando você tem um processo estruturado, diminui as chances de desperdiçar recursos em ações que não irão trazer um bom retorno para o seu negócio.

Além disso, as estratégias também têm o objetivo de melhorar a produtividade do time. Isso significa menos tempo desperdiçado em tarefas pouco eficientes. Assim, os funcionários podem se dedicar ao que mais importa para a sua empresa e focar em aumentar as vendas e trazer mais rentabilidade para o negócio.

Agora que você já sabe o que são as estratégias de vendas e como elas são vantajosas para a sua empresa, vamos ver como implementá-las no seu negócio? Veja no próximo tópico!

Como criar e implementar estratégias de vendas no negócio

Trouxemos 5 dicas simples e eficientes para implementar estratégias de vendas no seu negócio. Vem ver!

Definir o público-alvo

Definir o público-alvo é uma etapa importante para traçar as suas estratégias de vendas. Afinal, existem vários tipos de público e cada um deles pede estratégias diferentes. Essas ações envolvem desde o tipo de linguagem utilizada nas suas comunicações com os clientes e nos atendimentos, até os prazos e o valor do frete, por exemplo.

Para definir esse público, se você já tem uma cartela de clientes, pode conversar com os consumidores mais fiéis para entender qual tipo de pessoa compra da sua empresa. Além disso, veja quem são seus seguidores nas redes sociais. O Instagram, por exemplo, permite analisar alguns dados sobre eles, como faixa etária e região.

Sabendo que a maior parte dos seus consumidores tem entre 30 e 40 anos, você pode focar suas estratégias de vendas nesse público.

A chave para ter boas estratégias de vendas é investir em personalização, ou seja, em entregar produtos e serviços que vão ao encontro das necessidades e desejos dos seus clientes.

Recolher informações sobre os seus clientes

Como vimos, a análise do seu público-alvo é importante, mas você também deve atentar-se às informações dos seus atuais clientes. Tente manter os dados cadastrais dos consumidores sempre atualizados.

Isso ajuda a personalizar as suas estratégias de vendas. Por exemplo, sabendo o mês de aniversário dos seus consumidores, você pode oferecer descontos nos seus produtos durante esse período, o que pode impulsionar as suas vendas.

Além disso, ter uma base de dados sobre os seus clientes agiliza o seu atendimento, já que os funcionários não precisam perguntar as mesmas informações para os mesmos clientes. Isso impacta, inclusive, na experiência que o consumidor tem com a sua empresa. Se ele recebe um atendimento rápido e personalizado, isso aumenta as chances de voltar a comprar na sua loja.

Alinhar marketing e vendas

As áreas de marketing e vendas devem estar em constante comunicação para gerar resultados mais eficientes. É importante que as estratégias dos dois setores estejam alinhadas para evitar o desperdício de tempo e dinheiro.

Assim, cada ação de marketing deve ser pensada com um objetivo vinculado às vendas. Por isso, é importante manter os dois times na mesma página e acompanhar os indicadores referentes a cada um deles constantemente para validar as estratégias.

Caso algo precise ser mudado, você encontra as lacunas com mais rapidez e pode agir sobre elas imediatamente.

Conhecer a sua concorrência

Conhecer a sua concorrência é importante para definir suas estratégias de vendas porque, a partir disso, é possível entender melhor o seu mercado e aplicar as melhores práticas no negócio.

Para fazer uma análise eficiente da sua concorrência, é interessante olhar o site e as redes sociais dessas empresas e tentar entender como elas se posicionam no mercado, qual público buscam atingir, como é feita a comunicação com esse público e quais estratégias de marketing e vendas estão utilizando.

Mas, para além da concorrência, você também deve ir atrás das melhores práticas do mercado. Faça cursos na sua área e procure sempre por informações atualizadas sobre o seu segmento.

Com todas essas informações em mãos, as suas estratégias de vendas serão mais precisas e terão mais chances de funcionar.

Definir metas

Definir metas é um dos aspectos mais importantes para ter estratégias de vendas realmente eficientes. Isso porque as metas funcionam como um norte para guiar as suas ações e decisões. Além disso, elas também mantêm os times na mesma página, facilitando a comunicação entre eles.

Você pode estabelecer metas mensais, semestrais e anuais, por exemplo. Mas também não se prenda totalmente ao planejamento inicial. Se perceber que as metas precisam ser reavaliadas em algum momento, faça isso e mantenha todos os funcionários atualizados sobre os novos números.

Além disso, as metas andam junto das métricas. No caso das vendas, é interessante observar o número de cancelamentos ou vendas perdidas (se ele estiver disparado, isso significa que você precisa pensar em estratégias para reverter esse contexto), a quantidade de vendas em um determinado período e o custo de aquisição de clientes (CAC).

Essa última métrica se refere a quanto você investe para trazer um novo cliente para o seu negócio e envolve custos de marketing e vendas.

Com metas e métricas, as suas estratégias de vendas se fortalecem e permitem que o seu time atue em conjunto para expandir cada vez mais a rentabilidade do seu negócio.

O que você achou do post de hoje? Para ajudar ainda mais nas suas estratégias de vendas, temos um artigo exclusivo sobre essas ações no universo B2B. Confira neste link: 5 estratégias para aumentar as vendas B2B.



Veja mais