Como Criar Abelhas sem Ferrão em Áreas Urbanas

Aprenda como criar abelhas sem ferrão mesmo sendo no bairro de sua cidade. Cada vez mais as pessoas estão conscientes da importância da abelha na polinização de todas as espécies vegetais. Incluindo os produtos da horta e os pomares. Isso já é possível mesmo morando numa área urbana.

Alguns Cuidados com as Abelhas

Os tipos mais usados quando se trata de criar abelhas, são os da espécie a da espécie Apis melífera. Estas foram trazidas da Europa por volta do século 19.

Após um cruzamento com uma subespécie (Apis m.scutellaria) vinda da África, resultaram em indivíduos com mais agressividade. Embora com maior adaptação ao clima, entre outros fatores.

No entanto a abelha africana está situada como agente de casos de acidentes. Envolvendo, inclusive, pessoas e animais domésticos, o que levou os pesquisadores a usarem alternativas mais viáveis.

Um dos problemas é quando os enxames entram em áreas urbanas. Assim invadindo casas, beirais de telhado, árvores e palmeiras.

Para retirar o enxame o mais seguro é entrar em contato com a Secretaria de Meio Ambiente da cidade. Será enviado funcionário especializado.

De forma nenhuma devemos atear fogo, jatos de água ou tentar afugentar o animal. Isto poderá causar sérios problemas. As picadas das abelhas podem causar sérias alergias nos animais e humanos.

Abelhas sem Ferrão em Áreas Urbanas

abelhas sem ferrão

Abelha Jataí

O ideal para criar abelhas em espaços urbanos é escolher as espécies sem ferrão. Criando colmeias de abelhas que não possuem ferrão.

São encontradas, com esta característica, abelhas indígenas da América do Sul e Central, Ásia, Austrália, África, Ilhas do Pacífico. No Brasil são conhecidas cerca de 300 espécies.

Entre as mais conhecidas estão as da espécie Meliponidea como a jataí (Tetragonisca angustula), a uruçu-do-nordeste (Melipona scutellaris), atiúba (Melipona compressipes), a mirim ou jataí-preta (Droryana ou Plebeia doryana.

Cada lugar poderá ter outras espécies e outras denominações.

Diferentes Colméias Conforme as Espécies

Em geral, a maioria das abelhas sem ferrão depositam seu mel em estruturas tipo pote, enquanto a Apis produz favos.

Costuma ocorrer naturalmente em ocos de árvores e buracos, mas também podem ocupar velhos cupinzeiros abandonados.

E o cidadão que deseja ter uma colmeia destas abelhas sem ferrão em sua casa: pode? É possível.

Não vamos dizer que na sacada de um apartamento de um condomínio seja viável. Mas numa cobertura ou terraço é possível.

Quem assistiu ao seriado Elementary deve lembrar que o personagem principal criava abelhas no terraço na cidade de Nova York. E em grandes cidades como Paris e Londres, virou charme criar abelhas em terraços.

Cuidados na Criação de Abelhas sem Ferrão

abelhas sem ferrãoAlguns passos, no entanto, devem ser seguidos. Por se tratar de insetos nativos que vivem na natureza eles são protegidos por leis ambientais. É proibido retirar colmeias e ninhos das matas e campos.

Isto muitas vezes é feito de forma ilegal, colocando-se em local próximo a colmeias alguns ninhos-armadilhas para capturar as abelhas.

Se realmente tiver vontade de realizar uma criação de abelhas sem ferrão é obrigatório a inscrição no Cadastro Técnico Federal do Instituto de Meio ambiente e no IBAMA, nos Recursos Naturais Renováveis. Mesmo que sua intenção seja apenas ajudar o meio ambiente.

Aqui está um link: Solicitar inscrição no Cadastro Técnico Federal de Atividades e Instrumentos de Defesa Ambiental

Como Conseguir Abelhas para Criar?

Mas como conseguir as abelhas? Muitos criadores certificados comercializam colônias, o que se torna bem mais prático para iniciar uma criação.

abelhas sem ferrãoAlgumas coisas são importantes para desenvolver este tipo de projeto. Uma delas é fazer um curso de como cuidar das abelhas, conforme a espécie que for criar.

Isto dará o saber necessário para o manejo, tipos de recipientes adequados, como alimentar as abelhas, como colher o mel e como controlar predadores como as formigas.

E o mais importante para a criação: como fazer e cuidar de um jardim para suas abelhas. Repleto de plantas que produzam flores com néctar para alimentar os insetos durante todas as estações do ano.

Os tipos de plantas e design da distribuição destas, além de cuidados fitossanitários e manejo.

Por Que as Abelhas São Importantes?

O perigo de extinção de abelhas no mundo inteiro pode resultar em sérias dificuldades na produção de alimentos. E, portanto, na economia dos países.

Um grande movimento mundial de recuperação e conservação de colmeias tem sido realizado. Isso significa uma preocupação em aumentar os espaços de criação de abelhas, como lavouras e produção de frutos, em sítios de lazer e em cidades também.

Pode ser em espaços urbanos ou em sítios e fazendas.

Para a fruticultura, por exemplo, as abelhas são fundamentais na polinização das flores para a obtenção de frutos

Links para ler e saber mais sobre o assunto:

Mistério? As abelhas que se salvaram do incêndio na Catedral de Notre-Dame, em Paris – Ecoa
Londres, Paris e Pantanal – lugares para as abelhas – Ecoa
Abelhas em Paris | Cidades e Soluções – Mundo Sustentável | André Trigueiro (mundosustentavel.com.br)
Abelhas viram tema ambiental e são adotadas por hotéis e museus em grandes cidades – Jornal O Globo

Continuar lendo

DIVULGALINK We would like to show you notifications for the latest news and updates.
Dismiss
Allow Notifications