Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

CHIP M2 – desempenho e recursos sem precedentes


O M2 traz novos níveis de desempenho no consumo de energia e eficiência do MacBook Air redesenhado e do novo MacBook Pro de 13 polegadas

CUPERTINO, CALIFÓRNIA A Apple anunciou hoje o M2, que marca o começo da nova geração do chip da Apple criado especialmente para o Mac. Desenvolvido usando tecnologia de segunda geração de cinco nanômetros, o M2 leva o desempenho por watt líder da indústria do M1 ainda mais longe com CPU 18% mais rápida, GPU 35% mais poderosa e Neural Engine 40% mais rápido1. Ele também tem largura de banda da memória 50% maior em comparação ao M1 e até 24 GB de memória unificada rápida. O M2 traz tudo isso, além de novas tecnologias personalizadas e eficiência ainda maior, ao MacBook Air redesenhado e ao novo MacBook Pro de 13 polegadas.

“O M2 marca o começo da segunda geração dos chips da série M e vai além dos recursos incríveis do M1”, disse Johny Srouji, senior vice president of Hardware Technologies da Apple. “Com nosso foco constante em desempenho com baixo consumo de energia, o M2 aumenta a velocidade da CPU, da GPU e do Neural Engine. E, com uma maior largura de banda da memória e novos recursos, como a aceleração ProRes, o M2 dá continuidade ao ritmo tremendo de inovação no chip da Apple para o Mac”.

O M2 foi criado usando tecnologia aprimorada de cinco nanômetros de segunda geração e tem 20 bilhões de transistores, 25% a mais do que o M1.

Mais transistores, mais memória

O design de sistema em um chip (SoC) do M2 foi criado usando tecnologia aprimorada de cinco nanômetros de segunda geração e tem 20 bilhões de transistores, 25% a mais do que o M1. Os transistores adicionais melhoram os recursos de todo o chip, incluindo o controlador de memória que tem largura de banda da memória unificada de 100 GB/s, 50% a mais do que o M1. E, com até 24 GB de memória unificada rápida, o M2 consegue dar conta de cargas de trabalho maiores e mais complexas.

Desempenho mais rápido para economizar energia

A nova CPU tem núcleos de desempenho mais rápidos, combinados com um cache ainda maior, enquanto os núcleos de eficiência passaram por melhorias significativas para um desempenho ainda mais expressivo. Juntos, eles trazem um desempenho com múltiplas threads 18% maior do que no M1, para que o M2 possa encarar as tarefas que exigem da CPU usando pouca energia, como criar música com camadas de efeitos ou aplicar filtros complexos em fotos1. Em comparação com o chip de última geração de 10 núcleos de um notebook PC, a CPU no M2 oferece quase duas vezes mais desempenho com o mesmo nível de energia. Além disso, o M2 atinge o rendimento máximo dos chips de PCs consumindo apenas um quarto da energia2. Em comparação com o chip de última geração de 12 núcleos de um notebook PC, que precisa de muito mais energia para oferecer uma melhora no desempenho e resulta em um sistema mais espesso, quente e barulhento com uma duração de bateria menor, o M2 traz quase 90% do pico de desempenho desse chip e usa apenas um quarto da energia3.

O M2 também vem com a GPU de última geração da Apple com até 10 núcleos, dois a mais do que o M1. Combinada a um cache maior e uma largura de banda da memória mais alta, a GPU de 10 núcleos representa um aumento extraordinário no desempenho gráfico – até 25% maior do que o M1 usando o mesmo consumo de energia – e um desempenho até 35% melhor usando sua potência máxima1. Em comparação com a placa gráfica integrada do chip de última geração de um notebook PC, a GPU no M2 oferece desempenho 2,3 vezes mais rápido usando o mesmo consumo de energia e atinge o pico de desempenho usando apenas um quinto da energia2. Esse desempenho maior por watt do M2 permite que o sistema tenha uma duração de bateria excepcional e funcione em silêncio sem esquentar, mesmo ao executar jogos com gráficos pesados e editar imagens RAW complexas.

Tecnologias de última geração personalizadas da Apple

O M2 traz as tecnologias de última geração personalizadas da Apple para o Mac, permitindo mais eficiência, segurança melhor e muito mais:

  • O Neural Engine consegue processar até 15,8 trilhões de operações por segundo, mais de 40% superior ao desempenho do M1.
  • O processamento de mídia inclui um decodificador de vídeo com largura de banda maior, compatível com vídeo H.264 8K e HEVC.
  • O poderoso processamento de vídeo ProRes da Apple permite a reprodução de vários streams de vídeos 4K e 8K.
  • O Secure Enclave de última geração da Apple oferece a melhor segurança da categoria.
  • Um novo processador de imagem (ISP) melhora a redução de ruído em imagens.

macOS, M2 e apps

O macOS foi criado para o chip da Apple, e a combinação do macOS Monterey com o novo e poderoso M2 oferece desempenho e produtividade sem precedentes para os usuários. Os computadores Mac com o chip da Apple têm acesso à maior coleção de apps já vista, com apps para iPhone e iPad que funcionam no Mac, e aos apps universais que aproveitam todo o poder da família de chips M.O macOS Ventura, que estará disponível ainda este ano, também aproveitará o poder do chip M2 trazendo recursos novos, como Stage Manager, e novos recursos poderosos com a Câmera de Continuidade e o Handoff no FaceTime. O sistema também inclui grandes atualizações para os apps Safari, Mail, Mensagens, Spotlight e muitos outros.

O chip da Apple e o meio ambiente

O desempenho com economia de energia do M2 ajuda os novos MacBook Air e o MacBook Pro de 13 polegadas a atenderem aos padrões exigentes da Apple quanto ao consumo de energia. Hoje, todas as operações corporativas globais da Apple são neutras em emissões de carbono. Até 2030, a Apple planeja zerar seu impacto climático em todos os negócios da empresa, incluindo cadeias de produção e o ciclo de vida de todos os produtos. Isso significa que cada chip que a Apple criar, do design à fabricação, será neutro em emissão de carbono.

Fonte/imagens – Apple.com



Post Views:
4





Veja mais