Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Céu vermelho no leste da China assusta moradores; confira as imagens!


No último fim de semana, o céu sobre cidade portuária de Zhoushan, localizada na província de Zhejiang, no leste da China, ficou completamente vermelho. O fenômeno deixou os moradores intrigados, e alguns chegaram a questionar se não era um sinal do apocalipse.

Mas segundo o departamento meteorológico local, a explicação é bem mais simples: o intenso vermelho no céu foi causada pela refração e dispersão da luz, possivelmente das luzes emitidas pelos navios no porto, por partículas no ar. O fenômeno atingiu sua maior intensidade no último sábado (7).

Na rede social chinesa Weibo, o fenômeno se tornou um dos assuntos mais comentados nos últimos dias, com alguns vídeos superando os 150 milhões de visualizações. Alguns internautas questionaram se o céu vermelho não teria surgido por conta de uma tempestade solar.

É que em 1770 uma atividade solar massiva deixou o céu vermelho em vários países durante 9 dias, conforme relatado em um estudo realizado em 2017 por pesquisadores da Universidade de Geociências da China. No entanto, o recente fenômeno não tem nenhuma relação com as tempestades solares dos últimos dias.

As autoridades locais explicaram que quando as condições climáticas estão boas, isto é, existe mais vapor d’água na atmosfera, a quantidade de aerossóis (partículas em suspensão) aumenta. Então, a luz dos barcos é refratada nas nuvens e a luz vermelha se dispersa pelo céu.

O fenômeno do céu vermelho também pode surgir a partir da poluição concentrada na parte mais baixa da atmosfera, normalmente quando o Sol está baixo no horizonte, onde a luz solar é refletida em tons avermelhados. Além disso, outros tipos de partículas podem favorecer o surgimento deste céu.

Em março deste ano, uma nuvem de areia do Deserto do Saara foi impulsionada por forte ventos e avançou sobre a Europa, deixando o céu de vários países com tons alaranjados.

Fonte: Via Global Times





Veja mais