black-friday:-mais-de-4-milhoes-de-pedidos-ja-foram-realizados

Black Friday: mais de 4 milhões de pedidos já foram realizados

Entre 1º e 22 de novembro, 4 milhões de pedidos passaram pelas soluções de gestão logística da Senior Sistemas. O recorde em um único dia foi de mais de 280 mil pedidos. Com isso, até aqui, a Black Friday de 2021 já apresenta crescimento de 9,6% em relação ao mesmo período de 2020, quando cerca de 3 milhões de pedidos foram registrados pela empresa.

  • Magazine Luiza, Amazon, Americanas e outros já têm ofertas de Black Friday
  • 6 dicas para fazer boas compras online durante a Black Friday

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) projeta crescimento de 4,9% para o varejo em 2021. Os bons resultados estão relacionados ao apoio de inovações logísticas como o sistema de gerenciamento de armazém (WMS), que pode até ajudar a zerar os erros de envio de produtos.

Anderson Benetti, head de produto de logística na Senior Sistemas, lembra que o prazo de entrega que antes era de dias agora se tornou de horas. “Varejistas, e-commerces e marketplaces, às vezes os três em uma única empresa, buscam ter a melhor logística de entrega para que o pedido chegue antes ao cliente.”


Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/

Pedidos de Black Friday já superam milhões (Imagem: Reprodução/Pexels/Karolina Grabowska)

As entregas cada vez mais rápidas proporcionam uma experiência semelhante à da compra em loja física, mas com a comodidade de casa. E as tecnologias vão além da entrega ágil. “Conseguimos reduzir a margem de erros em todo o processo: da compra à entrega. Isso afeta diretamente o caixa das empresas e a relação com o cliente.”

O executivo lembra que é comum que, a cada Black Friday, as empresas avaliem acertos e erros. A partir dessa análise, as varejistas buscam companhias especializadas em tecnologia para gestão. O especialista destaca que isso se deve, ainda, às demandas para personalização de software, novas licenças ou ampliação do uso de soluções para novos armazéns.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:

  • Garimpeiro procurava ouro mas acabou encontrando um meteorito ainda mais valioso
  • 10 atores de Harry Potter que já morreram
  • Veja os benefícios que todo MEI tem direito e pouca gente sabe
  • 23 apps e jogos temporariamente gratuitos para Android nesta terça (23)
  • Nosso cérebro encolheu ao longo dos últimos milênios; o que isso significa?