black-friday:-5-dicas-para-evitar-as-compras-online-por-impulso

Black Friday: 5 dicas para evitar as compras online por impulso

Com a chegada da Black Friday, vêm as compras por impulso. Pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) aponta que quase 60% dos consumidores consomem dessa forma.

  • Black Friday: Confira os melhores horários para aproveitar as ofertas
  • Black Friday: Confira quando e onde ver lives do Canaltech e de outras empresas

Para Thaíne Clemente, executiva de estratégias e operações da plataforma de crédito pessoal online Simplic, isso envolve aspectos emocionais. “É preciso entender a necessidade de certas compras e refletir sempre sobre prioridades e luxos extras”, destaca.

Algumas dicas podem ajudar o consumidor a controlar o impulso quando fizer compras pela internet. Veja a seguir!


Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.

1 – Avalie se realmente precisa do item

Não é porque algo está na promoção ou com preço inferior à média de mercado que você precisa comprar. Pense duas vezes se realmente necessita dele. “Além disso, lembre-se sempre das contas fixas que tem no mês e priorize-as”, ensina Thaíne.

2 – Espere um tempo

Muitas promoções e descontos podem se manter ou voltar depois. Então, não é necessário comprar imediatamente. Isso vale principalmente para quem está em dúvida: se não está seguro, o produto pode não ser tão necessário. Uma boa ideia é deixá-lo alguns dias no carrinho e refletir sobre a necessidade da compra.

Compras por impulso são comuns diante de promoções (Imagem: Reprodução/Unsplash/John Schnobrich)

3 – Não acredite em tudo o que está escrito

Frases como “é a última do estoque”, “você pode parcelar em quantas vezes quiser”, “a promoção acaba hoje” são estratégias usadas para impulsionar a compra e levar o cliente a “não perder a oportunidade”. Não se deixe influenciar por elas.

4 – Cuidado com o cartão de crédito

Se for mal usado, o cartão de crédito pode se tornar um inimigo. O ideal é usá-lo apenas para contas fixas mensais e já planejadas, de forma a evitar número alto de parcelas e colocar limite em gastos mensais. Nas compras online, deve-se ter cuidado para não comprar produtos baratos todos os dias ou semanas e, no final do mês, ter uma surpresa na fatura.

5 – Pare de seguir lojas no Instagram

Quem não está em um momento de estabilidade financeira, deve evitar seguir lojas e vendedores no Instagram: isso pode aguçar a vontade de comprar. Essas vitrines online facilitam o consumo, já que o cliente não precisa sair de casa e ainda pode falar diretamente com o vendedor.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:

  • Garimpeiro procurava ouro mas acabou encontrando um meteorito ainda mais valioso
  • Veja os benefícios que todo MEI tem direito e pouca gente sabe
  • O Galaxy S21 vai valer a pena na Black Friday?
  • Samsung anuncia Galaxy A03 com grande bateria, câmera de 48 MP e mais
  • Linha Oppo Reno 7 é oficial com três modelos e cara de iPhone