Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Apple apresenta novo iPhone SE


A versão de entrada chegará ao Brasil em breve, custando R$ 4.199

Deu saudade do iPhone 7? Então, o iPhone SE foi feito pra você. Isso porque o design é incrivelmente idêntico ao irmão mais velho e (quase) obsoleto. A Apple anunciou neste mês, o novo iPhone, que repete o design aclamado dos iPhones 7 e 8, mas com aquela melhorada que é de se esperar. 

O SE tem design compacto e resistente e, junto com o IOS 15, oferece uma experiência integrada aos usuários. Para garantir esse desempenho, ele foi equipado com o chip A15 Bionic (o mesmo utilizado na linha de iPhones 13) que permite o uso de recursos de câmeras avançados. De acordo com a Apple, o modelo melhorou praticamente tudo, da edição de fotos até operações com muito processamento, como games e realidade aumentada.  

Ah, ele só lembra os modelos anteriores, no design  mesmo (com touch ID, inclusive!), mas é bem mais rápido, com tecnologia 5G, inclusive, e bateria turbinada. 

“Com o 5G, o iPhone SE traz downloads e uploads mais rápidos, streamings de vídeo de qualidade mais alta, interatividade em tempo real com os apps e muito mais para os usuários. Oferecer desempenho e tecnologia de última geração por esse preço é algo só a Apple pode fazer”, explica  Kaiann Drance, vice president of Worldwide iPhone Product Marketing da Apple.

A expectativa, de acordo com analista do Digitimes, é que o aparelho venda cerca de 30 milhões de unidades em todo o mundo, 5 milhões a mais que o modelo anterior, anunciado há dois anos. 

Olha o flash 

O poder das lentes do iPhone SE foi tunado com o chip A15 bionic. Com uma câmera-grande angular de 12 MP, ele oferece funções completas no quesito fotografia computacional, como HDR Inteligente 4, Estilos Fotográficos, Deep Fusion e modo Retrato.

Apresentado ao público com o iPhone 13 Pro e o iPhone 13, o HDR Inteligente 4 usa segmentação inteligente para aplicar ajustes diferentes de cor, contraste e ruído ao tema da foto em relação ao fundo. 

A Apple explica que isso garante a exposição adequada dos rostos em uma luz desafiadora e renderiza as pessoas da mesma imagem individualmente, com ajustes otimizados de iluminação e tom de pele para cada pessoa. 

No Brasil, quem quiser adquirir um modelo, terá que esperar um pouco mais. No site oficial da Maçã, o aviso é que o aparelho chega “em breve”. Mas, já adiantando, o modelo de entrada, disponível na cores preta, branca e vermelha, não sai por menos de R$ 4.199 (64 GB).  Já as versões de 128GB E 256, respectivamente, custarão  R$ 4.699 e R$5.699. 



Veja mais