Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Após ‘banho de sangue’ no fim de semana, Bitcoin engata segundo dia de alta; saiba se é hora de investir – Money Times

bitcoin


Apesar do Bitcoin estar em alta nos últimos dias, o criptomercado vai ‘mal das pernas’ e os investidores continuam inseguros. Afinal, é hora de investir ou desistir dos criptoativos? (Imagem: Shutterstock | Montagem : Julia Shikota)

O mercado de criptomoedas viveu um verdadeiro “banho de sangue” no último final de semana, com o Bitcoin atingindo o patamar de US$ 17.000 no sábado, 18, para desespero dos investidores. No entanto, a semana parece ter começado melhor para os criptoativos, com o Bitcoin retornando aos US$ 21.000 em seu segundo dia de alta consecutivo nesta terça-feira, 21. 

Após a maior criptomoeda do mundo atingir seu menor patamar desde dezembro de 2017, uma recuperação sutil é mais do que bem-vinda, mas não dá aos investidores o conforto necessário para acreditar plenamente que os investir agora em criptomoedas ainda seja uma boa decisão.

Em meio à alta dos juros orquestrada pelos bancos centrais ao redor do mundo com o objetivo de conter a inflação, boa parte dos investidores perdeu o apetite pelo risco com aportes em cripto e está vendendo seus ativos, movimento que justifica as quedas do fim de semana. 

Nesse contexto, você deve avaliar cuidadosamente se o seu perfil de investidor condiz com os riscos e possíveis retornos exponenciais que o criptomercado pode oferecer. Se decidir permanecer ou ingressar no mercado de criptomoedas, é interessante ajustar suas posições para manter um portfólio equilibrado.

Há uma ‘luz no fim do túnel’ ou é realmente o fim da linha para o Bitcoin e outras criptomoedas? 

Existem algumas evidências de que há esperança para que os criptoativos se recuperem. Grandes investidores como Elon Musk continuam apostando nesse mercado e até Nayib Bukele, presidente de El Salvador e um dos entusiastas da adoção do Bitcoin como moeda oficial do país, pediu paciência para a queda amarga da maior cripto do mundo. 

bitcoin
“Vejo que algumas pessoas estão preocupadas ou ansiosas com o preço do #Bitcoin no mercado. Meu conselho: pare de olhar para o gráfico e aproveite a vida. Se você investiu em #BTC seu investimento é seguro e seu valor crescerá muito após o mercado de baixa. Paciência é a chave.” (Fonte: Twitter)

Neste mês de junho, por exemplo, o Consensus 2022, maior evento de cripto dos Estados Unidos, reforçou a esperança por uma recuperação. A regulação, tributação e contabilidade dos criptoativos foram colocadas em pauta novamente, o que reafirma a ideia de que a classe tem potencial para se reerguer e se sustentar como parte importante do mercado. 

A posição da Microstrategy, maior “baleia” do Bitcoin, também é positiva. O patamar de US$ 21.000 era considerado a “zona de morte” do Bitcoin porque a companhia comprou moedas a partir de um financiamento com o Silvergate Bank, em uma transação realizada sob a condição de que os bitcoins da empresa deveriam valer ao menos o dobro da dívida feita com o banco, no valor de US$ 205 milhões. 

Caso seus bitcoins valessem menos que US$ 410 milhões no total, ou seja, com o BTC negociado a US$ 21.000, a empresa deveria vendê-los. Essa situação alimentava o pânico dos investidores, já que a Microstrategy possui o maior montante da moeda no mundo e uma venda massiva derrubaria ainda mais o valor do ativo. 

Para a alegria dos investidores, essa venda não aconteceu. Michael Saylor, CEO da Microstrategy, afirmou à CNBC que está confortável com a situação da companhia e que tem os empréstimos bem administrados. 

A empresa sustenta a ideia de não vender seus ativos, mantendo a estratégia de hold, ou seja, a Microstrategy acredita na recuperação do Bitcoin e não tem planos de desmontar posições.

“Em um balanço de vários bilhões de dólares, temos apenas um empréstimo de US$ 200 milhões que temos que garantir. E estamos 10 vezes mais colateralizados sobre ele neste momento.” – Michael Saylor, CEO e cofundador da Microstrategy

Com base nesses posicionamentos, temos evidências suficientes para acreditar que não é hora de pensar que o fim chegou para o mercado cripto. No entanto, deve-se lembrar que o momento pede cautela. 

Atualmente, existem mais de 6 mil criptomoedas disponíveis para quem quiser negociar e boa parte delas vai te fazer perder dinheiro. Na verdade, nem a recuperação do Bitcoin poderia ajudá-lo a se tornar um milionário com um investimento baixo e direto. 

O Bitcoin já surfou valorizações exponenciais no passado e pode ser um ótimo investimento, dependendo do seu perfil, mas dificilmente terá uma explosão capaz de transformar R$ 1 mil em até R$ 100 mil, por exemplo, pois já não tem tanto espaço para crescer. 

Enquanto isso, existem criptomoedas pouco conhecidas, que não chegam a valer R$ 1 e têm potencial para oferecer valorizações gigantescas para os que investirem. Se o Bitcoin voltar a subir, como poderosos investidores acreditam, algumas “microcoins” podem surfar nessa alta. A questão aqui é quanto e onde aplicar. 

Investir em criptomoedas ainda faz sentido para a sua carteira?

Independentemente do seu perfil, é uma tolice apostar todas as suas fichas no criptomercado nesse momento. No cenário de bear market, em meio a um “inverno cripto”, essa classe de ativos deve representar uma pequena parcela do seu portfólio, já que a diversificação é um pilar importantíssimo para continuar buscando bons retornos. 

Caso os investimentos em criptomoedas estejam de acordo com a sua estratégia e o seu perfil, abrir mão totalmente dos ativos digitais por medo pode ser um “tiro no pé”. Se você fizer isso, pode perder a chance de capturar bons lucros investindo muito pouco. Valter Rebelo, especialista em criptomoedas da Empiricus, participou do Consensus 2022 e identificou diversas oportunidades no mercado cripto. 

Esse evento reúne alguns dos maiores especialistas do mercado de criptoativos e as ideias discutidas nele são extremamente valiosas. As apostas de ativos com maior potencial de valorização nos próximos tempos são divulgadas primeiro nesse tipo de ocasião – e são exatamente esses nomes que Valter quer dividir com você. 

Ele conversou com grandes nomes do criptomercado e acessou quais são os possíveis criptoativos com maior potencial de valorização no futuro, contemplando 4 setores extremamente promissores: NFTs, DeFi, Metaverso e Web3. 

O “pulo do gato” é que esses ativos são muito pequenos e ainda são negociados por um valor muito baixo. Muitos deles custam cerca de R$ 1. Isso significa que um investimento pequeno, de R$ 1 mil, por exemplo, pode se multiplicar exponencialmente caso essas criptos “explodam”, como já aconteceu outras vezes. 

É como se você tivesse a chance de investir no Bitcoin lá no início, quando ele era ridicularizado e não valia mais do que alguns centavos. A questão é que esse tipo de investimento deve ser baixo e estar alinhado ao restante da sua carteira para que faça sentido agora. 

Se você não tem apetite por risco e vai perder o sono com possíveis perdas, já adianto que essa oportunidade não é a melhor para o seu perfil. É preciso ser responsável nesse momento e você deve avaliar se este tipo de investimento está de acordo com a estratégia traçada para a sua carteira. 

Caso você tenha estômago para lidar com a volatilidade em troca de uma possível multiplicação exponencial no longo prazo, essa pode ser a oportunidade ideal para o seu perfil. Nesse caso, basta conhecer os criptoativos mais promissores da atualidade e investir com os pés no chão: nada de arriscar valores que podem comprometer drasticamente o seu patrimônio.

Ainda dá mesmo pra lucrar com criptomoedas?

Lucros passados não garantem retorno futuro, mas há criptomoedas indicadas por essa mesma equipe de análise que já se valorizaram mais de 2.000%, 6.000% e até 31.000%. 

Existe a possibilidade de você ver o seu investimento de R$ 1 mil virar R$ 800 ou R$ 700, mas você também pode vê-lo se transformar em R$ 20 mil, R$ 50 mil ou até R$ 100 mil. 

criptomoedas
Fonte: TradingView; Período de 02/10/2017 a 10/11/2021
criptomoedas
Fonte: TradingView; Período de 27/05/2019 a 10/05/2021
criptomoedas
Fonte: TradingView; Período de 16/01/2021 a 06/11/2021

Não dá para garantir o retorno, mas o que é claro aqui é que há “figurões” de peso que acreditam na recuperação do criptomercado. Se isso acontecer e essas moedas explodirem, o seu arrependimento por não ter nem descoberto quais criptoativos te dariam a chance de enriquecer no longo prazo é quase certo.

Acesse gratuitamente os nomes das criptomoedas que ainda podem oferecer lucros 

Valter está convocando todos os interessados por suas novas apostas em cripto para uma transmissão de recrutamento online às 19h do dia 22 de junho. Nela, você saberá como ter acesso à lista de criptomoedas que ainda têm potencial de entregar bons resultados. 

As recomendações dele foram garimpadas num evento com membros do governo americano e alguns dos maiores investidores de cripto do mundo. Ainda que seja uma lista exclusiva e valiosa, você não precisará desembolsar nem um real para participar da reunião.

Basta se inscrever no botão abaixo e garantir sua vaga para a transmissão de recrutamento que acontecerá nesta quarta-feira, 22: 



Continue Lendo