Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

7 linguagens de programação ideais para o desenvolvimento de blockchains


O mercado de criptoativos vem se tornando cada vez mais popular, e, com isso, empresas focadas em desenvolvimento de produtos que funcionem em blockchain, principal tecnologia por trás desse setor, vem intensificando a procura por profissionais hábeis.

Como qualquer tipo de desenvolvimento de aplicações, a criação de softwares e ferramentas para blockchain envolve a utilização de linguagens de programação dos mais diferentes tipos — e o site Analytics Insight, preparou uma lista com as cinco que mais podem ser úteis para essa atividade. Compartilhamos ela a seguir:

Solidity

A primeira linguagem de programação recomendada para a criação de aplicativos na blockchain é a Solidity. Baseada em medalhões do mundo do desenvolvimento como JavaScript e C++, ela foi criada especialmente com foco em aplicações pelo setor cripto por Vitalik Buterin, mesma mente responsável pela idealização do Ethereum.

Java

O Java também é utilizado no desenvolvimento de blockchain e criptomoedas. (Imagem: Reprodução/Java)

O Java é uma linguagem que existe há 30 anos, mas mesmo assim ainda é utilizada para o desenvolvimento de sistemas novos, inclusive para blockchain. A aplicação do Java nessas tecnologias pode ser feita de maneiras variadas, mas em geral a mais comum é no desenvolvimento de contratos inteligentes que regem as transações nessas plataformas.

PHP

Lançado em 1995, o PHP é outra linguagem veterana que encontrou seu espaço com a blockchain. Ele é utilizado na criação de soluções de complexidade variável, desde aplicações simples até a rede descentralizada como um todo.

C++

C++, além de ser muito utilizado em ambientes de ensino de desenvolvimento de programas para soluções variadas, também é utilizado na criação de todo o protocolo e rede envolvidos na primeira criptomoeda, o Bitcoin – com outros ativos digitais seguindo a mesma situação.

OOP

Criada pela Microsoft para uma alternativa ao Java no desenvolvimento de aplicações em blockchain, a linguagem de programação OOP conta com uma série de ferramentas e recursos associados a outros códigos, como C, SQL e .NET frameworks, que auxiliam e facilitam a construção de Apps descentralizados, contratos inteligentes e a infraestrutura da blockchain.

Python

O Python é utilizado em plataformas descentralizadas relacionadas a blockchain (Imagem: Johnson Martin/Pixabay)

Como linguagem de programação mais popular do mundo atualmente, o Python é utilizado em inúmeras ocasiões diferentes, inclusive o desenvolvimento de sistemas de blockchain. Ele é usado em plataformas descentralizadas para criação dos aplicativos que gerenciam contratos inteligentes e outros tipos de ocorrências do setor.

Simplicity

Criada por Russel O’Connor, a linguagem de programação Simplicity foi lançada em novembro de 2017 com o foco em desenvolvimento de blockchain. Ela conta com capacidades que permitem que sua sintaxe altamente matemática seja convertida em linhas que possam ser interpretadas com facilidade, e é uma das opções disponíveis para o funcionamento do Bitcoin e máquinas virtuais de Ethereum.

Fonte: Analytics Insight



Veja mais