Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

10 linguagens de programação utilizadas no desenvolvimento de carros autônomos


Carros autônomos estão aos poucos aparecendo no mercado, embora que não do jeito que a ficção cientifica dos anos 1970 e 1980 esperavam — eles ainda estão funcionando de forma lenta, analisando só ambientes em que estão sendo utilizados para tomar as decisões de estacionamento ou ultrapassagem sem interação do motorista. Para alcançar essas funções, as fabricantes contam com setores de desenvolvedores que utilizando linguagem de programação criam modelos de inteligência artificial para cumprir esses objetivos.

Escutando que se trata do uso de linguagem de programação, é comum que pessoas imaginem que códigos exclusivos das fabricantes sejam utilizados — mas a realidade é outra, com os desenvolvedores desse meio utilizando nomes bem conhecidos no meio da criação de softwares. Dito isso, o site Analytcs Insight preparou uma lista com os dez principais nomes, que compartilhamos a seguir. Confira:

Java

Criada em 1991, o Java é usado a 30 anos depois como a linguagem de programação de servidores em grande maioria dos projetos no mundo, mesmo os que envolvem big data ou desenvolvimento de aplicativos para Android.

E assim como nos últimos 30 anos, em 2022, desenvolvedores com conhecimento em Java continuarão sendo visados, inclusive tendo espaço no desenvolvimento de sistemas de carros autônomos.

Python

Fácil para iniciantes e contando com suporte de inúmeras frameworks e bibliotecas de classes e funções, o Python vem crescendo nos últimos anos, graças aos seus usos nas mais diversas aplicações. Além disso, graças as suas diversas bibliotecas, ela é capaz de ser usada para criação de softwares bem específicos.

SQL

Desenvolvida em 1974 na IBM, o SQL foi uma das primeiras linguagens de programação de uso comercial, e é utilizada constantemente até hoje, principalmente no que se diz respeito a banco de dados.

Em qualquer lugar que utilizar banco de dados, é possível encontrar referências ou mesmo o uso dessa linguagem.

Linguagem Assembly

A linguagem Assembly é um código de baixo-nível que permite que os desenvolvedores programem diretamente na máquina, sem necessidade de compiladores ou afins. Dependendo da forma que o carro autônomo terá a tecnologia implementada, ela acaba sendo a melhor opção para os programadores.

CSS

O CSS é normalmente utilizado em conjunto com o HTML para manipular a aparências de sites, conseguindo determinar o tamanho, cor e posição dos elementos programados pelos desenvolvedores.

Sua sintaxe é fácil e seu aprendizado é um importante complemento para o HTML.

Ruby

Lançada em 1993, a linguagem de programação Ruby foi criada para ser uma abordagem atualizada de códigos veteranos, como Perl e Lisp, focando mais na necessidade dos usuários que usariam as aplicações feitas com ela do que dos computadores.

Hoje em dia, ela é utilizada principalmente no aspecto back-end de aplicações web, o que, em muitos modelos de carros autônomos, acaba sendo a forma principal de funcionamento dos sistemas digitais.

C++

Considerando grande parte das simulações matemáticas digitais e jogos de computador são programados com essa linguagem, tornando ela algo querida que por cientistas de dados, a C++ também ocupa um importante espaço na criação de sistemas capazes de controlar carros autônomos, com suas aplicações para este fim utilizando armazenamentos não-lineares para registrar os diferentes relacionamentos do ambiente com o veículo.

JavaScript

O Javascript também tem uso na criação de carros autônomos. (Imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

Com papel importantíssimo no funcionamento da Internet como conhecemos, o JavaScript continua sendo uma das linguagens mais procuradas e populares do mercado, principalmente pela leveza de processamento de aplicações desenvolvidas com ele — e com as contantes melhorias do Node.JS e sua melhor integração ao JavaScript, cada vez mais a linguagem está sendo usada para programação de carros autônomos, tanto no front-end de softwares como também para o back-end, ou seja, o funcionamento interno das aplicações.

C#

Com sintaxe parecida com outras linguagens da família C, o C# continua sendo uma importante linguagem no mercado sendo usada em aplicativos web e mobile, desenvolvimento de jogos e até mesmo na criação de sistemas de carros autônomos. Mais importante, considerando que ela é um dos códigos mais ensinados em diversos cursos de programação, é fácil encontrar pessoas capacitadas para esse tipo de exigência na criação de IAs e mecanismos para o veículo funcionar sem interação com o motorista.

React

O React é utilizado na experiência do usuário com os carros autônomos. (Imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

Se companhias como o Meta utilizam o React de maneira integrada com seus principais sistemas, outras, como as de carros autônomos, utilizam a linguagem como uma importante forma de desenvolver a experiência de usuários (UX) de forma criativa e intuitiva. Além disso, esse código tem como um de suas principais características a reação as necessidades do programador, tornando ela uma importante habilidade para qualquer programador que queira desenvolver aplicações interpretadas de forma mais simples.

Fonte: Analytcs Insight



Veja mais